A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

23/02/2014 09:18

Além de matagal, para ter iluminação, moradores têm de comprar lâmpada

Filipe Prado
Moradores reclamam do descaso com a rua (Foto: Marcos Ermínio)Moradores reclamam do descaso com a rua (Foto: Marcos Ermínio)

Os moradores da rua dos Coqueiros, no Conjunto Residencial Mata do Jacinto, reclamam do abandono. Eles estão indignados com o matagal atrás do terminal de ônibus Nova Bahia, um dos mais movimentados da cidade, além da falta de postes de iluminação em toda a rua.

O único poste fica em frente ao residencial Abaeté, isso porque os próprios moradores providenciaram a iluminação. “Nós tivemos que comprar. Se apagarmos essa luz, nós ficamos no breu”, reclama Marcelo Senna, 38 anos.

Ele diz que muitas crianças e adolescentes que moram na região saem do terminal e precisam passar pela rua, o que é perigoso. “Eu já soube de um caso de estupro aqui, O mato é alto e tem gente que se esconde lá dentro, além das pessoas que usam o terreno para cortar caminho”, explica Marcelo.

“Acho que tem que ser tomada uma providência urgente. Por que falar é fácil, agora tem que tomar providência”, cobra o o microempresário Amarildo Galdino da Silva, 50 anos. “Eu tenho medo, acho que perigoso, principalmente para minha família”, completa.

O vizinho de Amarildo, Edson Lescano, 51, diz que até uma cobra já entrou na casa dele, por conta do matagal. “Faz uns seis meses que não limpam o terreno daqui da frente. A última vez só limparam por que o terminal fez uma pressão”. Ele disse que acha o local abandonado e que deveria ser mais apresentável “já que tem um terminal no local”, comentou.

“Nós vivemos com a insegurança. Aqui tem ponto de drogas, o mato. É um abandono com a rua”, finaliza Marcelo.

O terreno baldio fica atrás do terminal Nova Bahia (Foto: Marcos Ermínio)O terreno baldio fica atrás do terminal Nova Bahia (Foto: Marcos Ermínio)
Marcelo afirmou que sente insegurança, por conta do breu que se encontra o bairro (Foto: Marcos Ermínio)Marcelo afirmou que sente insegurança, por conta do breu que se encontra o bairro (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions