A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

30/01/2018 07:03

Testemunhas e réu pela morte de Kauan serão ouvidos nesta 3º-feira

A audiência vai começar com o depoimento especial de um adolescente que reside atualmente em Naviraí

Viviane Oliveira
Deivid, acusado de matar a criança, durante reconstituição do crime em agosto do ano passado (Foto: André Bittar)Deivid, acusado de matar a criança, durante reconstituição do crime em agosto do ano passado (Foto: André Bittar)

Acontece às 13h25 desta terça-feira (30) a segunda audiência sobre a morte de Kauan Andrade Soares dos Santos, 9 anos, em Campo Grande. O professor Deivid Almeida Lopes, 38 anos, acusado de estuprar e matar o garoto, deve ser ouvido hoje. O processo tramita na 7ª Vara Criminal.

A audiência vai começar com o depoimento especial de um adolescente que reside atualmente em Naviraí, distante 366 quilômetros da Capital. Ele será ouvido por videoconferência. Além dele, outras duas testemunhas de acusação serão ouvidas por depoimento especial.

Na sequência, o juiz Marcelo Ivo de Oliveira deve ouvir as cinco testemunhas arroladas pela defesa e, por fim, o réu será interrogado, encerrando a fase de instrução do processo.

Na primeira audiência, realizada no dia 13 de dezembro do ano passado, foram ouvidas nove testemunhas. Nos depoimentos de crianças e adolescentes são utilizadas a técnica da escuta especial, método que evita danos e a revitimização, em um ambiente reservado e uma linguagem mais adequada ao universo infantil.

Caso - Conforme relato de quatro adolescentes, com idades entre 14 e 16 anos, principais testemunhas do crime, Kauan foi violentado, antes e depois da morte, e esquartejado por Deivid no dia 25 de junho. Os garotos revelaram também que eram estuprados com frequência pelo professor.

Os adolescentes contaram ainda à polícia que foram obrigados a praticar necrofilia (sexo com cadáver) e testemunharam o réu esquartejar o corpo de Kauan. Os restos mortais do menino, que teriam sido espalhados pelo rio Anhanduí, nunca foram encontrados.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions