A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/11/2012 10:15

Testemunhas relatam desespero ao ver menina se afogando em piscina

Francisco Júnior

A tentativa de salvamento da pequena Rayrane Marchetti de Medeiros, de 3 anos, foi marcada pelo desespero de parentes e amigos que acompanharam de perto a tentativa dos salva-vidas do balneário Fazenda Piana em reanimar a menina, após ela se afogar em uma das piscinas do local.

Rayrane ainda foi socorrida até a Santa Casa de Campo Grande, mas não resistiu e morreu por volta das 23 horas deste domingo.

De acordo com pessoas que estiveram ontem no balneário, o local estava lotado de banhistas. A criança estava na companhia dos pais quando se afogou.

“Eu estava com amigos quando vi uma multidão próxima da piscina, quando fui ver o que havia acontecido tinha dois salva-vidas em cima da menina tentando reanimá-la”, conta uma mulher que presenciou todo o resgate. Ela não quis se identificar.

De acordo com ela, os pais entraram em desespero e acompanharam todo o salvamento. “Parecia que ela já estava morta, o pezinho já estavam sem cor. Foi terrível ver tudo aquilo”, relata.

Para a testemunha, por ser um local distante da cidade, a fazenda deveria ter um ponto fixo de resgate dos bombeiros. "Demorou muito para a menina ser resgatada. Parece que lá não tem sinal de celular. Não sei como ligaram para o bombeiro. Foi angustiante".

A mulher conta ainda que depois das tentativas de reanimar a menina, ela foi colocada na carroceria de uma caminhonete e levada para Campo Grande. O balneário fica distante cerca de 35 quilômetros da Capital.

Outra testemunha disse que a criança estava boiando na piscina quando foi encontrada. “Provavelmente os pais se descuidaram. Eles ficaram desesperados quando encontraram a menina. Ela já estava boiando”, conta.

Ela afirma que os funcionários da fazenda tentaram reanimar a menina, porém acredita que demoraram a tomar uma atitude para buscar uma ajuda mais especializada. “Colocaram ela de bruços na caminhonete e saíram do balneário. Acredito que ela já estava morta por conta do tempo que tentaram reanimá-la”.

Em depoimento na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, o pai da vítima, Rayron Odilon de Medeiros, 27 anos, relatou que estava com a família na fazenda quando percebeu que a filha havia desaparecido.

Ele afirmou que todos passaram a procurar pela  menina, que foi encontrada instantes depois desacordada em uma das piscinas do balneário. Rayron relatou ainda que os funcionários do local fazenda prestaram os primeiros socorros.

O caso foi registrado pela Polícia como morte a esclarecer.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Eu estava lá os pais demoraram muito para sentir falta da criança, o pessoal da fazenda fizeram todo o procedimentos que tinha que ser feito. eu acredito que foi um descuido, que Deus abençoe essa familia.
 
Antonia Rodrigues em 05/11/2012 13:31:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions