A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

26/07/2011 17:46

Após morte de gerente em roubo, PM será indiciado por duplo homicídio culposo

Ana Paula Carvalho
Gerente e assaltante morreram durante roubo. (Foto: João Garrigó)Gerente e assaltante morreram durante roubo. (Foto: João Garrigó)

O policial militar Marcos Ambrósio que matou o gerente do mercado Souza, Carlos Expedito Ferreira Boccia, 41 anos, e o assaltante Maycon Higor Aquino Paes, de 18 anos, será indiciado por duplo homicídio culposo (sem intenção), por excesso de legítima defesa.

Segundo o delegado que cuida do caso, Valmir Messias de Moura Fé, não ficou clara a legítima defesa e por isso o soldado foi indiciado pelos crimes.

Ele entendeu que o policial militar se excedeu ao reagir ao assalto, já que ele disparou mais de sete tiros e continuou atirando mesmo após o menor, comparsa de Maycon, estar na rua, o que colocou em risco a vida de outras pessoas.

O inquérito será encerrado na próxima segunda-feira e se condenado, o PM pode pegar de 1 a 3 anos de prisão. “Mas o juiz pode entender que ele agiu em legítima defesa e ele pode não ser condenado”, diz o delegado.

O caso- Maycon e um adolescente de 17 anos entraram no mercado localizado na rua da Pátria, no bairro Taveirópolis, na noite do dia 05 de julho e anunciaram o assalto. O maior de idade foi para perto do caixa.

O policial militar que estava de folga fazia compras em uma loja próxima, viu a movimentação e foi ao local. Ao se identificar, Maycon teria reagido com tiros de calibre 38 e o policial revidado com a arma utilizada em serviço. Nesta troca de tiros, Carlos Expedito e o bandido foram atingidos.

O ladrão morreu no local e o trabalhador na Santa Casa.

Bandidos armados com faca usam carro prata para assaltar vítimas
Dois homens armados com faca em um carro prata - com placas HTI-8594 - assaltaram ao menos duas vítimas, na madrugada deste domingo (17), no Bairro C...
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...


Ninguem ta defendendo. Precisamos entender: - Um homicidio por legítima defesa, outro homicídio foi culposo, e reponde ainda pela lesão corporal do outro bandido. Será que é tão difícil assim. Para o primeiro homicidio, o policial não poderia deixar ele retornar para o local do crime, fato que ele poderia fazer alguem de refem e a tragédia seria ainda pior, (lembram do caso Eloá). No segundo homicidio não tinha como o policial saber que o gerente estava atrás do balcão, mesmo porque na visão periférica e no momento de tensão, o policial procura cessar a reação naquele que apresenta perigo, pra ele e para outros, (arma na mão, olha o video), sem contar que o disparo que atingiu o gerente transficçou o "LADRÃO", o que comprova a intenção na atitude do policial que era atingir a perna, mas infelizmente "por fatalidade" o gerente abaixou direcionando o seu peito. Cheguei a ler e não acreditei, foi divulgado que os ladroes estavam precisando de dinheiro pra cobrar droga e combinaram um assalto, coisa básica, só isso. Outra coisa importante, imaqgina vc precisando de um policial e ele, em seu horário de folga, diz pra vc ligar o 190 e aguardar uma viatura, enquando os "usuários assaltantes" fazem o que querem com seus familiraes no interior de sua casa. Com certeza no dia seguinte vc estará representando ele por omissão de socorro.
Aos familiares do gerente, meus sinceros sentimentos e parabens pela tranquilidade no caso e por não ouvirem certos imcompetentes que não entendem nada do caso.
 
André Matias em 27/07/2011 12:09:52
meus sentimentos pelos familiares do gerente do mercado, ninguem quer isso para ninguem , mas poderia ter sido eu ou qualquer pessoa que lla estivesse no momento, mas acho que foi uma fatalidade, ou se ele estivesse deitado no chão talvez não teria sido atingido, agora sera que a justiça queria que ele atirasse para cima para assustar o bandido e gritasse socorro para os vizinhos viesse ajuda-lo, a da um tempo vai, parabens para o Polical que agiu muito bem, pena foi não ter mandado o outro que correu junto com o seu companheiro.
 
hilibio moreira. em 27/07/2011 09:45:09
Ao aludido policial que cumpriu seu dever os nossos parabéns! A justiça se fara e vc nao será condenado e se for, é melhor que os Policiais entreguem suas armas nos quarteis e trabalhem desarmados ja que possuem uma arma e não pode usa-la... Igual disse o colega acima impossivel fazer um omelete e não quebrar os ovos!
 
Marcelo Dias de Souza em 27/07/2011 09:01:50
Infelizmente o dono do supermercado veio a óbito, mas todos temos nossa hora e sempre há uma desculpa. O policial agiu corretamente e com certeza sabia o que estava fazendo. Não reagir ao assalto seria no mínimo covardia e falta de senso para alguém que tem a obrigação de fazer valer a lei. Discordo da punição. Se continuarmos assim daqui uns anos não teremos mais soldados para nos defender, pois está valendo mais a pena ser bandido. Um absurdo!
 
Ercy Dias em 27/07/2011 08:57:38
Ser indiciado não é ser condenado.
É obrigação do MP abrir o processo e indicia-lo, mas com certeza ele será absolvido!
 
Adriano Maciel em 27/07/2011 08:43:35
por isso que a bandidagem está tomando conta, o s bandidos atiram para todos lados e fogem, o s Policiais tem que pedir licença para os tranzeuntes da via para ele atirar no bandido, infelismente num pais que tem mais bandido solto nas ruas que cidadões de bem, a ação policial tem que ser enérgica, toda ação tem uma reação, agora infelismente toda pessoa que está em um lugar que está ocorrendo um assalto ela está sujeita a ser atingida por um tiro. Agora punir um policial porque mandou um vagabundo para o inferno que é o lugar dele, polical fez seu papel protegendo sua vida e as demais, eu acho que ele atirou pouco deveria ter dado mais tiros, quando um maginal , estupra , age com violência como agente tem visto batem na mãe na frente dos filhos, ou batem nos pais ninguem se preocupa, logo estão soltos nas rua.
 
hilibio junior em 27/07/2011 08:41:15
",,,, O inquérito será encerrado na próxima segunda-feira e se condenado, o PM pode pegar de 1 a 3 anos de prisão. “Mas o juiz pode entender que ele agiu em legítima defesa e ele pode não ser condenado”, diz o delegado."...AINDA BEM QUE O "JUIZ" PODE DECIDIR,POIS ISSO TAMBÉM (E TODO MUNDO SABE),TEM UM POUQUINHO DA "RIXINHA"ENTRE ESTAS DUAS INSTITUIÇÕES.......OS MARGINAIS ADORAM VER ISSO,MAS NA HORA DE MATAREM.....NÃO QUEREM SABER SE SÃO BOMBEIROS,GUARDA MUNICIPAL,PC,PM,E OUTRAS.....POR ISSO SÃO CHAMADOS "CRIME ORGANIZADO",COISA QUE ESTAS INSTITUIÇÕES NÃO TEM,DEPOIS ALGUNS AINDA FALAM QUE EXISTE COOPERATIVISMO...
 
cristina mendes em 27/07/2011 08:37:21
É UMA COVARDIA LAMENTO PELA MORTE DO GERENTE, O POLICIAL NEM VIU O GERENTE, O POLICIAL EM QUESTÃO DEVERIA GANHAR UMA MEDALHA POIS MESMO DE FOLGA TAVA CUMPRINDO O DEVER DELE DE PROTEGER A SOCIEDADE DESSES BANDIDOS.
O BRASIL É ASSIM AO INVÉS DE PARABENIZAR UM POLICIAL QUE MATA UM BANDIDO QUE ROUBA PAI DE FAMILIA, QUE ESTULPRA E QUE SEQUESTRA, VAI TENTAR PUNIR O MESMO.
FÉ EM DEUS POLICIAL MILITAR QUE A JUSTIÇA VAI VER QUE VOCE ESTAVA CUMPRINDO SEU DEVER E TE DECLARAR INOCENTE.
 
alessandro santos em 27/07/2011 08:29:11
Condenar Policial,principalmente quando fala de Militar, a midia e o povo ficam ourisados.ninguem lembra que o PM tem familia, pai e mãe, tem uma vida social, na hora de agir sempre é cobrado, mas na hora de receber algo, um elogio é o suficiente na visão dos outros.vamos cuidar da PM que cuida de todos nós em todos os lugares de nosso Estado.
 
clo fernandes em 27/07/2011 08:11:31
Isto só acontece no Brasil. É um absurdo tentar inverter a culpa do acontecido. Este policial deveria ser elogiado pois fez o que a policia deve fazer. Eu só sinto por duas coisas : a primeira e mais importante é a fatalidade onde um funcionário foi atingido e morto no tiroteio, a segunda é que ele só morreu um dos dois ladroes. Se o policial tivesse mirado na cabeça do outro nem o gerente do mercado teria sido atingido. Lastimavel.
Foi realmente uma fatalidade.
 
Jose Batista em 27/07/2011 07:42:23
Sinceramente, cada dia que passa eu sinto mais vergonha pelo meu pais, se até aqueles que estão aqui para nos proteger estão errados cumprindo seu dever, quem esta certo? o bandido? pelo amor de Deus, tomem vergonha na cara senhores, não deviam nen cogitar a idéia de abrir inquerito contra este policial que agiu para cumprir seu dever como defensor da sociedade.abs
 
Antoni Beevor em 27/07/2011 07:41:43
Para mim o delegado agiu corretamente,não estamos aqui discutindo se morreu um inocente mas sim a conduta do policial. faltou quisitos para poder o delegado livralo da culpa.
Até entendo aqueles leigos no assunto em diteito penal, pois é só sentando em uma cadeira por um periodo de cinco anos em uma faculdade (Cursando Direito) para poder entender a decisão tomada por éssa autoridade Judíciaria.
 
amilton ferreira de almeida em 27/07/2011 07:07:45
acho que e excesso demagogia do delegado, foi uma fatalidade,todos os profissionais da segurança publica são treinados,somos humanos não maquinas,o policial fez o que era correto na hora se ele não atirasse ele podia estar no lugar do bandido morto.Espero que o policial militar seja absolvido das acusações e não sofra sansão disciplinar militar.
 
PAULO HENRIQUE em 27/07/2011 06:19:30
Absurdo, absurdo e absurdo. So tenho a dizer que o bom mesmo é ser bandido, fazem e acontece e Ainda tem a justiça para defende-los e os direitos humanos para protege-los. Quem sofre e paga por tudo Sao as pessoas honestas que aos poucos vao perdendo a liberdade de ir e vir por causa dessa bandidagem desenfreada e protegida pela justiça. Brasil um país recheado de corrupção e injustiças, so por Deus.
 
Luci Santos em 27/07/2011 04:29:18
Será que realmente este policial não estava fazendo bico? Será que o montante levado valeu a vida de uma pessoa inocente e todo o sofrimwento dos que ficam?Eles dizem para nós não reagirmos durante um assalto e no entanto eles reagem e dà nisso...
 
José Fábio de Castro Santos em 27/07/2011 03:10:20
Pelo pouco que entendo estão fazendo barulho somente pelo inoccente que veio ao óbito, porque se ja estão falando em legitima defesa, como pode haver excesso?
Se ha excesso, então é porque ele fez o que é certo e amparado pela lei.
Ao menos sei que não ha tipificação para excesso, se houver por favor me corrija, estou ignorante neste tema.
Como houve uma morte, deve haver um processo, mas não devera ocorrer a condenação, porque ele estava agindo no que preceitua o codigo penal, agir em defesa de si ou de outrem, excludente da Ilicitude se não me engano.
Mas o processo e normal ocorrer mesmo.
Isso se realmente houver jusitiça neste país, senão pegarem para boi de piranha, e etc....
 
Juliana de Dourados em 26/07/2011 11:40:55
"PRINCÍPIO DA ADESÃO". Quando visto alguma alteração em que visualize o crime qualquer policial tem por obrigação em agir. Essa fatalidade da morte do gerente ocorreu porque no primeiro disparo ao meliante, que veio a falecer, o gerente veio a abaixar atrás do balcão, ou seja, quando atirou em direção ao segundo meliante ele tinha a convicção que não haveria problemas, pois a área estava livre para disparos.
 
Cleber Monteiro em 26/07/2011 10:57:40
AMBRÓSIO, a população e os policiais estão do seu lado. Portanto tente ficar em paz com sua consciência e que Deus lhe de o conforto para superar todas as críticas daqueles que não tem moral para criticar ninguém.
 
SIDNEI GARCIA DE FREITAS em 26/07/2011 10:52:01
Se so tivesse morrido o bandido seria glorificado mas como morreu um inocente sera julgado por ecesso de legitima defesa, o que e ecesso matar ou ser morto pelo bandido, infelizmente morreu um inocente. Minhas condolencias a familia deste gerente, mas infelizmente quem ta neste ramo onde meche com dinheiro todos os dias ta na mira do bandido.
 
Marcos Alexandre Von Grafem em 26/07/2011 09:53:01
Meu Deus, na ocasião será que o policial deveria chegar e falar OI SOU UM PM, VOCES NÃO PODEM FAZER ISSO, será que ele estaria vivo?
 
Anderson Soares em 26/07/2011 08:30:55
Engraçado....afinal quem era o bandido? o q morreu ou o policial?????? pq pelo q vejo estão colocando o policial q pelo q percebi tentou proteger todos q naquele local estavam... mas como houve um acidente e um inocente foi morto agora estão dando o titulo de bandido para aquele q com certeza n pensou só em si e sim em todos ali. gostaria de saber qual seria a reação da população e da justica se ele estivesse ali e nada tivesse sido feito, n tivesse reagido no sentido de proteger a todos, certamente a sociedade e a propria justiça iria dizer q ele não cumpriu com seu papel q é proteger a vida...esteja ele onde estiver. Que Deus ajude esse policial.......Senhor Juiz use a justiça e seja justo....
 
adevai teodoro de carvalho em 26/07/2011 07:44:55
Se aconteceu todos esses fatos a culpa nao eh do policial e sim dos assaltantes pois eles que encadearam todos os processo desses danos e nao o policial.
 
antonio carlos em 26/07/2011 07:16:30
Despreparo. No curso de formação eles aprendem que essa pistola serve para parar o alvo. Para que disparar igual fosse o Rambo? Um tiro seria suficiente. Coisa de convencional mesmo.
 
Miguel Angelo em 26/07/2011 07:03:55
Se fosse o filho de qualquer um de vocês, o policial seria bandido, deixem de hipocresia, tem que ser punido e com homicidio doloso.
 
Fernando Fernandes em 26/07/2011 07:03:32
É impressionante o corporativismo dos PMs que vêm aqui comentar e defender o colega.

Se o PM tivesse , por "fatalidade" , matado seu pai , seu filho ou sua esposa você viria aqui defendê-lo ?
 
Carlos Silva em 26/07/2011 06:31:31
É a lei pode até o policial ter exagerado sim, mas se não tivesse agido para cumprir o dever do policial seria omisso , é complicado não tem como fazer omelete sem quebrar os ovos.
 
porfirio vilela em 26/07/2011 06:20:53
Diz a a lei que: "qualquer um pode. O policial deve." Esta e policial exerceu o seu dirieto de interceder um assalto. Mata o bandido e ainda querem puní-lo por ter exercido o o seu trabalho, mesmo que estava de folga. Se ele não o faz, a população iria taxa-lo de incompetente.
Quanto ao tiro no funcionário do supermercado foi uma fatalidade. Coisas piores acontecem com a população e a justiça nada fazem. Por que este senhores que julgam baseados na lei não fazem justiça com aqueles que estão "revestidos" através do sufrágio eleitoral, onde este deitam e rolam e estão se lixando para o povo que luta e trabalha para manter e acobertar as suas falcatruas. Quando manda algum deles pra cadeia, estes senhores da capa preta fazem valer a lei e a Constituição. Como dizia Renato Russo: "Que país é esse?"
 
Jorge Luiz em 26/07/2011 06:11:41
Alguém ao menos perguntou para esse policial se ele tem filhos para criar?
É um absurdo condenar um homem, que está no exercício de sua função onde o estado coloca ele como policial, 24hs por dia, tudo bem que houve a morte de um inocente, mas temos que ver o lado do PM também...
Exmo. Sr. Dr. Juiz analise o caso com cautela.
 
Luciano S.Campo Grande em 26/07/2011 06:08:42
É desta forma, cada vez mais os bandidos tem seus direitos de assaltar a sociedade e sem correr risco de vida. Atenção a todos não atirem nos bandidos por favor, pois podem responder criminalmente pelos crimes ocorricos. Isto é o cúmulo.
 
carlos augusto em 26/07/2011 06:01:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions