A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

16/12/2011 13:40

TJ liberta dupla presa por assassinato causado por dívida de R$ 0,15

Aline dos Santos

Pai e filho foram presos pelo assassinato de Ketson Diego da Silva Ronchi

Crime aconteceu após briga em conveniência(Foto: Pedro Peralta)Crime aconteceu após briga em conveniência(Foto: Pedro Peralta)

Presos desde outubro pela morte de um adolescente, Natividade Ojeda, de 59 anos, e Paulo da Silva Ojeda, de 28 anos, conseguiram habeas corpus no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). A decisão que os colocou em liberdade foi da 1ª Turma Criminal.

Pai e filho foram presos pelo assassinato de Ketson Diego da Silva Ronchi, de 17 anos. A confusão que terminou em morte começou por uma dívida de R$ 0,15. O crime aconteceu na conveniência LV, no bairro Caiobá, em Campo Grande.

Na madrugada de 3 de outubro, Ketson comprou cervejas na conveniência e, ao sair, questionou, em tom intimidador, o proprietário Luiz Silva Ojeda- filho e irmão dos presos - por ter cobrado R$ 0,15 de seu amigo, que fizera uma compra no dia anterior.

O comerciante negou ter cobrado o valor que ficou faltando para pagamento do total exato da conta. Uma hora depois da ameaça, Ketson voltou ao local em companhia de Jefferson de Lima, de 18 anos, e Johnes Ramos de Oliveira, de 20 anos. “Aqueles R$ 0,15 você vai ter que pagar para mim”, ameaçou o adolescente.

Irmão de Luiz, Reginaldo Ojeda deu um soco em Ketson, dando início a uma briga generalizada. Os amigos saíram do local, mas prometeram voltar para tirar satisfação. Diante da ameaças, Natividade buscou um revólver calibre 32; enquanto Paulo pegou um revólver calibre 22.

A família montou guarda em frente à conveniência. Os amigos retornaram ao local e houve troca de tiros. À polícia, Natividade e Paulo confirmaram ter revidado dando tiros em direção ao trio.

Ferido na perna, virilha e testa, Jefferson foi levado de moto por Ketson até ao posto de saúde do bairro Coophavila. Ele retornou para buscar Johnes, baleado no queixo, e acabou morto.

Ao chegar ao local, os policiais militares encontraram Ketson morto e duas motocicletas caídas sobre seu corpo. Natividade foi detido em casa e logo em seguida a PM localizou Paulo.



Se esta mania pega,vai ter muita gente doido pra receber dividas tbm.
 
Fernando Barros em 16/12/2011 06:10:24
esta é a justiça que nós temos.
 
sergio sangalli em 16/12/2011 05:45:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions