ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  07    CAMPO GRANDE 28º

Capital

TJ manda soltar vereadores de Alcinópolis suspeitos de assassinato

Por Nadyenka Castro e Aline dos Santos | 12/08/2011 13:47

Decisão beneficia Valdeci, Valter e Enio. Todos foram presos no dia 20 de julho

Após prisão em Alcinópolis, suspeitos foram trazidos para Campo Grande em operação que envolveu policiais de várias delegacias. (Foto: João Garrigó)
Após prisão em Alcinópolis, suspeitos foram trazidos para Campo Grande em operação que envolveu policiais de várias delegacias. (Foto: João Garrigó)

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) mandou soltar os vereadores de Alcinópolis Valter Roniz (PR), Enio Queiroz (PR) e Valdeci Lima (PSDB), todos presos no dia 20 de julho suspeitos de envolvimento no assassinato do colega, Antonio Carlos Carneiro.

A decisão a favor dos três políticos é da desembargadora Marilza Lúcia Fortes e foi proferida no início da tarde desta sexta-feira.

Valter, que é presidente da Câmara, ficou preso na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos); Enio na 2ª Delegacia de Polícia Civil, bairro Monte Castelo, e Valdeci na 4ª Delegacia, na Moreninha.

Os três, mais o prefeito do município, Manoel Nunes (PR), foram presos pela Polícia Civil suspeitos de envolvimento no assassinato de Antonio, o qual era presidente da Câmara na época do crime.

Também foram à cadeia no dia 20 de julho, mas já estão em liberdade por determinação judicial, o comerciante Ademir Luiz Muller e a funcionária da prefeitura Jurdete Marques de Brito. De acordo com a Polícia Civil, ela é namorada de Irineu Maciel, preso pela execução do vereador.

Antonio foi atingido por tiros quando estava em Campo Grande. Logo após os disparos, os executores foram presos por policiais civis que passavam pelo local e continuam na cadeia.

Nos siga no Google Notícias