A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/01/2014 16:58

Três grupos de pichadores disputam para ver quem mais suja o Centro

Mariana Lopes e Filipe Prado
Morada dos Baís (Foto: Marcos Ermínio)Morada dos Baís (Foto: Marcos Ermínio)

Há pouco mais de 15 dias, Campo Grande foi tomada por uma infestação de pontos de interrogação, que foram pichados em prédios públicos e lojas da cidade. Na região central, onde está concentrado o maior número de sinais, é impossível não perceber a poluição visual. Mas a pergunta que não quer calar é: “O que significam essas interrogações?”.

Na opinião popular, a imaginação rola solta. E a curiosidade também. Seria alguma forma protesto? A marca registrada de algum grupo de pichadores? Uma mensagem subliminar através de símbolo? Ou apenas pichações aleatórias de vândalos que não tem mais o que fazer?

Como há muitos pontos de interrogação pichados nas paredes das lojas do comércio da Capital, para o gerente Vicente Mota, 47 anos, a única explicação plausível para o ato é que as pessoas estão duvidando das promoções estampadas nas vitrines e querem saber se elas são reais.

Os sinais espalhados pela cidade também assustam, como no caso da serviços gerais Marilsa Campos da Silva, 48 anos. “Não sabe o que significam e fico muito curiosa, mas não consigo nem imaginar o que representa, pode ser tanta coisa que até tenho medo de pensar”, confessa a mulher.

Mas para outros, as marcas espalhadas em prédios, monumentos e lojas não passam de vandalismo. “Isso é falta de vergonha das pessoas”, enfatiza o promotor de eventos Sandro Pires, 19 anos.

Loja no Centro de Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)Loja no Centro de Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)

De prédios e monumentos públicos, foram pichados o Teatro do Paço Municipal, que fica junto ao prédio da Prefeitura de Campo Grande, o Obelisco e a Morada dos Baís, todos localizados na avenida Afonso Pena. A maioria das lojas pichadas também fica na mesma avenida.

Investigação - A princípio, as pichações que apareceram recentemente na região central de Campo Grande foram feitas por três grupos distintos que disputam entre eles quem deixa a marca registrada em um local mais difícil. Portanto, esses pontos de interrogação provavelmente é o símbolo utilizado para identificar um deles.

Segundo o delegado titular da Depac (Delegacia Especializada ), do Centro, Fernando Nogueira, os grupos agem durante as noites e, principalmente, nas madrugadas, horários quando o movimento nas ruas é menor. 

A Polícia Civil apura as informações cedidas por comerciantes e testemunhas que presenciaram as ações dos pichadores. O delegado conta que recebeu a denúncia de uma pessoa que passava de carro pela avenida Afonso Pena, viu dois rapazes pichando uma loja e anotou a placa da moto na qual eles estavam.

De acordo com Fernando Nogueira, todas as informações recebidas pela Polícia estão sendo analisadas para identificar os autores do crime. Uma equipe de investigadores está empenhada para solucionar o caso.

O delegado solicita que se alguém tiver informações que possam contribuir com a investigação que denuncie na Depac, pelo telefone 3312-5700.

Teatro Paço Municipal (Foto: Mariana Lopes)Teatro Paço Municipal (Foto: Mariana Lopes)
Obelisco (Foto: Simão Nogueira)Obelisco (Foto: Simão Nogueira)


O limite de idade da maioridade precisa ser mudada, talves para 14 anos.
Com 14 anos de idade, o sujeito ou a garota já faz muitas coisas erradas, mas como é menor a punição é mais branda.
Oras, se uma pessoa está pronta aos 14 anos para praticar coisas imprestáveis, deveria também com esta idade responder pelos seus atos.
Precisam ser mudadas também o limite de idade para tirar Carteira de Trabalho, e o limite de idade para poder arrumar um emprego.
O Brasil está cheio de rapazes e garotas com menos de 16 anos que não trabalham, porque é proibido trabalhar.
Aí então vão para as ruas vadiar, e fazer coisas erradas, se envolvem com drogas, com prostituição, com roubos, e outras porcarias que existem por aí.
O Brasil tem conserto, mas depende das cabeças dos bons legisladores.

 
VALDIR VILLA NOVA em 31/01/2014 13:51:29
A maioria desses que fazem essas coisas são menores. Portanto, a lei não poderá atingi-los, a não ser que sejam condenados a uma Unidade Prisional própria deles. A solução seria termos uma legislação própria para isso. Pichou, quebrou, depredou? Pague com prestação de serviço à comunidade, e preso à noite. Repinte, conserte, recupere. A propósito, nenhum desses covardes teria coragem de pichar assim na China ou Cingapura, por exemplo. Ou topariam 10 anos de cadeia ou levarem 100 chibatadas? Bando de podres inúteis. Depois quando um cidadão com paciência esgotada flagrar um ato assim e quebrar no pau uma besta dessas, ainda vai ter gente defendendo o "coitadinho" dessa violência.....
 
Paulo Almeida em 31/01/2014 10:21:38
Estas pichações, significa que estes marginais não tem nada na cabeça. Poderiam usar o cérebro para fazer alguma coisa decente e usam o cérebro para expressar o que realmente são "NADA". Vandalismo não vai a lugar nenhum.
 
Placida Barros em 31/01/2014 09:50:18
Eles estão desafiando a polícia e vão ter o que merece em breve. Tem que oferecer um "PRÊMIO" para quem denunciar e entregar estes. Todo lugar que a gente olha tem uma pichação horrorosa. A polícia tem que começar a fazer blitz a noite e parar qualquer um que estiver com uma mochila ou sacola e revistá-los. Vai ser ruim para os estudantes, mas quem não deve não teme.
 
Placida Barros em 31/01/2014 09:35:23
Pronto! Eles conseguiram o que queriam, chamar a atenção, fiquei muito decepcionada em ver isso neste renomado jornal virtual, eu com certeza vou denunciar se ver algum deles.
 
Patricia Gomes em 31/01/2014 09:20:31
Nossa, acho ridículas essas pichações, acho que quem pixa é um covardão , essa maneira de protestar sem se identificar demonstra medo de assumir uma postura crítica do que está descontente na sociedade. Corajosos falam e protestam com o rosto aberto pois não tem medo de mostrar seu rosto. Quem não deve não teme!!
 
LIVIA FELIX DA COSTA em 31/01/2014 09:03:24
Se eu pego pichando, eu mesmo "desço o sarrafo" nessa molecada à toa. Falta de surra isso aí, de escola, de trabalho. Bando de marginais que não aprenderam o que é respeito pelo particular e pelo coletivo!
 
Marcelo toller em 31/01/2014 08:58:07
kkkkkkkkkkkkkk Bernal sai ou fica? sqn né.
O mais provável é ser uma "marca" entre eles! O símbolo desse grupo, e etc... O importante é denunciar, e ajudar a policia! Não devemos dar palpites...
 
Maria Fernanda em 31/01/2014 08:57:23
Quando leio matérias referentes às pichações, e vejo nas ruas as sujeiras praticadas por esses vândalos...dá uma raiva tão grande... que penso na "pena de morte" para esses delinquentes!!
 
Jeanne Couto em 31/01/2014 08:48:12
Esse pichadores são todos bandidos igual a ladrão, traficante, destroem a nossa cidade a lei deveria ser bem mais rigorosa com esses marginais e quando forem menor de idade responsabilizar os pais, fazendo com que paguem muitas bem alta e pinte o que seus filhos destruíram.
 
Katia Souza em 31/01/2014 08:31:51
Prefeito cadê as cameras de segurança da nossa cidade? deveria ter uma bem em cima do obelisco e as cameras das lojas? nenhuma pegou este vandalos, já que eles querem se aparecer, coloca eles na midia, pq tem que aparecer p gente ver a cara deles.
 
Adriana de Menezes em 31/01/2014 08:18:14
Pessoas sem futuro, que reflete o lixo da sociedade. . .falta do que fazer. . .Bom Dia Campo GRande
 
Elayne Fontes em 31/01/2014 08:16:56
Como leitor desse site de noticias eu acho q esse ato q vandalismo é fruto de uma matéria que saiu aqui mesmo no CGnews dizendo que Delegado adotaria "TOLERANCIA ZERO" no combate a pichadores na capital !
A forma deles afrontar as autoridades querendo saber oque será feito !!
Minha opnião !
 
Rodrigo Osorio em 31/01/2014 07:41:34
Os piches se baseiam num personagem de história em quadrinhos com o nome de "Charada", inimigo do Batman. Isso explicaria as interrogações e os dizeres "xarada" (com 'x') já que o personagem é famoso pelos sinais de interrogação e pela cor verde. O personagem é famoso também por ser um estrategista e deixar falsas pistas para trás. Tenho certeza de que esse pichador não está pintando coisas aleatórias, é apenas uma forma, ilegal, de arte.
 
Edward Nigma em 31/01/2014 01:22:00
Eu acho que todos tem duvidas, quanto a justiça existe ou não existi?????
 
Aguinaldo Souza de Lima em 30/01/2014 22:25:42
Aqui na periferia o rabiscos está geral também, em muros de escolas, comércio e casas, porque não se cria uma lei para coibir tais atos tipo a venda de sprays,tinta somente para maiores de 24 anos por,ex, não resolveria mais ajudaria muito e que as vendas desses sprays tintas fosse somente mediante identificação do comprador e comprovante de endereço,assim poderia a policia fazer ações preventivas de possiveis pichadores também por meio de monitoramento.
 
antonio costa em 30/01/2014 22:06:33
Até aqui na periferia, a pichação está grande,em muros de colégios,de casas,lojas será que estes pichadores não se comunicam pela internet também para promover tais atos?o que ajudaria a diminuir isto seria a proibição por lei de venda destes sprays a menores de 24 anos de idade por ex,ou a venda só pudesse ser feita mediante comprovante de endereço e identidade,assim a polícia conseguiria fazer mais ações preventivas de possiveis suspeitos.
 
antonio costa em 30/01/2014 22:01:32
Quer dizer que é a população que tem que investigar? se a policia sabe que horas eles atacam porque não fez nada até agora?
 
Nilson André em 30/01/2014 21:28:30
Pode significar que temos uma geração de idiotas,que quando tiverem filhos vão
dizer tudo de belo que encontrei eu destruí.
Não presto para nada.
 
mirella forti cossignani em 30/01/2014 21:20:49
Aí que ta, a loucura do pixo fazer quem vê pensar.
????? Xarada ....
Ela foi criada pra ser uma forma de marcação de território, creio que alguém ta dizendo estou ou passei por aqui, Campão.
Só quem é do "rolê" entende esse e muitos faz você pensar Mato, Caos e Usuário são palavras do dia a dia o que pensar é critério seu. Mas fazer isso em obra publica é ainda melhor polpa muro privado e fica mais notado, igual os Eternos que vão mandar no El Kadri, da 15, quando descobrirem a parece de lá é feita de pedras.
Beijos Pixo
 
Rodrigo Tavares em 30/01/2014 19:37:25
Parabéns Paulo Medeiros pelo rico comentario. Com certeza esse ainda é o melhor caminho.
 
santos filho em 30/01/2014 18:38:08
Situação difícil essa. A qualquer momento quem faz essas pichações encontra um cidadão um tanto zangado e disposto a resolver a seu modo; então olha a coisa tomando contornos mais dramáticos. Enfim, já foi dito que o plantio é opcional, mas a colheita não! Se plantou colha; simples assim.
 
Valter Castilho em 30/01/2014 18:26:25
Deve significar, SERÁ QUE O BERNAL FICA??????? ou SERÁ QUE O BERNAL SAI?????
 
MAXIMILIANO NAHAS em 30/01/2014 17:52:18
Colega, a divulgação é uma "faca de dois gumes", se de um lado os pichadores se vangloriam por terem virado notícia, do outro, pressiona as autoridades e a revolta da sociedade, fazendo com que surta algum resultado prático contra esse vândalos.
 
Gilberto Picolotto Junior em 30/01/2014 17:49:45
sou voluntario para um grupo de patrulha só marcar
 
thiago rezende em 30/01/2014 17:41:38
Parece que quem tá ganhando é o time XARADA.
 
Pastor Adélio em 30/01/2014 17:24:25
Parem de noticiar essas pichações, é isso que esses marginais idiotas querem. Isso aqui (notícia no CGNews) pra eles é o ápice. E Polícia, cadê a ação???? Até agora só ouvi papo... Põe viatura e policial à paisana de madrugada, prenda e enquadre em Formação de Quadrilha, joguem esses marginaizinhos de merda numa Penitenciária para verem que o buraco é mais embaixo. Do jeito que vai, daqui a pouco teremos que fazer como em alguns bairros de São Paulo, juntar moradores pra patrulhar as ruas de madrugada e descer a porrada nesses lixos.
 
Paulo Medeiros em 30/01/2014 17:20:12
Não significam nadica de nada, são aleatórios, quem faz quer mesmo é "alugar" , causar enfim.....ser notícia.
 
arnaldo saracho em 30/01/2014 17:18:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions