A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/12/2013 11:50

Tropa de choque leva presos de "alta periculosidade" da Capital para Dourados

Graziela Rezende

Quatro presos do Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, a Máxima, foram transferidos de Campo Grande para Dourados, a 233 quilômetros da Capital, durante a operação Eríneas, deflagrada pela Polícia Civil e Militar na manhã desta terça-feira (17).

Segundo a Major da PM Sandra Regina Alt, a ação conta com apoio dos policiais da tropa de choque e ainda militares de efetivos locais. Eles estão empenhados para a transferência destes presos considerados de alta periculosidade e que possivelmente pertencem a facções criminosas.

Ao todo, são 50 mandados de prisão nos presídios, sendo 13 já cumpridos na Máxima, além de 21 em Dourados e três em Três Lagoas, a 338 quilômetros da Capital. Os policiais ainda percorrem os municípios de Ribas do Rio Pardo, Mundo Novo, Paranaíba e Presidente Venceslau (SP) e fazem pente-fino nos presídios.

De nome "Eríneas" (o nome é uma referência a divindades da mitologia grega, guardiãs da moral e dos valores, que punem transgressores e criminosos), a operação conta com dezenas de policiais militares, do Gaeco, Deco e de outras delegacias que atuam em apoio. O balanço das prisões e apreensões ocorrerá em uma coletiva ás 14h de hoje, na Sejusp



alta periculosidade...não era pra estar passeando , joguem todos no fosso
 
ELIO SANTOS em 17/12/2013 14:45:50
Não entendo porque levar presos de "alta periculosidade" pra fronteira.
 
Carlos Lamarca em 17/12/2013 12:22:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions