A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/12/2012 19:03

Um morre e outro é ferido a tiros no bairro Dom Antônio Barbosa

Nyelder Rodrigues e Viviane Oliveira
Várias pessoas, entre crianças e adultos, rodearam os locais dos crimes (Foto: João Garrigó)Várias pessoas, entre crianças e adultos, rodearam os locais dos crimes (Foto: João Garrigó)

Dois homens foram baleados no final desta tarde (26) no bairro Dom Antônio Barbosa. Um deles morreu no local e o outro foi levado para o hospital

Os  crimes aconteceram na rua Adelaide Maia de Figueiredo. Ramão Dirceu Ferreira, de 27 anos, foi morto com um tiro que entrou pelo lado direito do peito e saiu na axila esquerda. Ele estava em frente à casa da sogra, e ainda tentou se esconder correndo para a casa de um vizinho, onde foi atingido.

Várias pessoas, entre elas crianças, presenciaram o fato, próximo ao cruzamento com a rua Emiliana Arruda de Araújo. Os autores passaram em frente à residência em uma moto, sendo que quem efetuou os disparos foi o ocupante da garupa.

Quatro quadras acima, Igor Rodrigues Ximenes, 20 anos, foi atingido na cabeça por disparos dados pela mesma dupla. Antes, ele entrou em luta contra eles. Igor está em estado grave e foi levado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para a Santa Casa.

Conforme a polícia, Ramão não tinha passagens pela polícia, e existe a hipótese de que o motivo seja vingança. Além disso, testemunhas contaram que no bairro, houve tiroteio no mesmo momento em que as duas vítimas foram alvejadas.

Nenhuma arma foi encontrada com Ramão. Um grupo de pessoas armadas foi vista no bairro ao lado, o Teruel Filho, na rua 18, e talvez sejam os autores dos disparos.

Pelo menos quatro viaturas da Polícia Militar (PM) foram para o Dom Antônio Barbosa. Por causa do tumulto uma viatura do Samu precisou ser escoltada até o local. O corpo de Ramão foi encaminhado para o Imol (Instituto Médico Odontológico Legal).

De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....
Renegociação de dívidas com a Águas Guariroba pode ser feita até o dia 29
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


Caro sr. Alexandre de Souza, muito me estranha o seu comentario, pois quem conhece o Bairro Dom Antonio sabe que ali a grande maioria são pessoas de bem. O problema e que pessoas mal informadas toda fez que se fala em lixão lembram do bairro. Fica um convite, vai conhecer o bairro e as pessoas que ali residem para depois generalisar. Bandidos existem em todos os lugares, e como ja foram ditas varias vezes, a culpa de bandido solta e da propria justiça. Tenho alguns conhecidos no bairro e acho muita injustiça, dizer que todos os moradores dali, são coniventes com os bandidos. Presta atenção prq preconceito tambem é crime.
 
Liliane Moreira em 28/12/2012 17:29:16
Dizer que a população da região tem sua parcela de culpa é uma insensatez e não conhece a realidade do bairro. Existem milhares de pessoas de bem que moram no Dom Antonio Barbosa, trabalhadores, comerciantes, pais e mães de família. Bandidos e criminosos existem em todos os lugares e não devemos julgar as pessoas pela condição social ou bairro onde vivem. Existem muito mais bairros na cidade "cheios" de criminosos, o que difere é que muitos usam gravata e paletó e não moram na periferia. Portanto vale ressaltar que criminoso é criminoso em qualquer lugar e a polícia tem feito o trabalho dela, apenas as nossas leis é que não ajudam pois a polícia prende e as "leis"soltam!

 
Edna de Sousa Nonato em 27/12/2012 17:23:52
O engraçado é que todos na cidade sabe que este bairro é cheio de criminosos, todos sabemos que todos os dias a polícia prende criminoso neste bairro, mas então por que lá esta piorando? Porque o jurídico põe os criminoso na rua, simples! Se eles cumprissem a pena de cabo-a-rabo a cidade estaria limpa. A população da região tem sua parcela de culpa, já que a maioria destes criminosos são encobertos pela familía que não pensa no bem e só ajuda a disseminar o mal, mas não aceita que o mesmo aconteça na sua casa mas ignora com a casa do proximo!
 
Alexandre de Souza em 26/12/2012 21:56:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions