A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/01/2014 10:19

Vendedores estão com medo de trabalhar no dia do "rolezinho"

Luciana Brazil
Vendedores temem movimento criado nas redes sociais. (Foto: Angela Kempfer)Vendedores temem movimento criado nas redes sociais. (Foto: Angela Kempfer)

Funcionários do Shopping Campo Grande estão com medo e ameaçam não ir trabalhar no próximo domingo, quando deverá ocorrer o primeiro "rolezinho" na Capital. O movimento, que começou em São Paulo, ganhou força após o ato ser reprimido pela Polícia Militar paulista e ganhou adeptos em outras cidades como forma de manifestação contra a discriminação e o preconceito. 

O centro comercial ainda não confirmou se fechará as portas no domingo (26), no dia que manifestantes pretendem fazer o “rolezinho” no centro comercial.

A assessoria de imprensa informou na manhã de hoje (21) que até o momento a administração do shopping, que tem mais de 170 lojas, não confirmou se o local permanecerá aberto ou se fechará. Em nota, o estabelecimento diz que “serão tomadas todas as medidas preventivas para garantir a segurança e bem estar dos clientes, lojistas e colaboradores do centro comercial”.

Em São Paulo e Rio de Janeiro dezenas de shoppings fecharam com medo do movimento que nasceu nas redes sociais entre adolescentes, que segundo os próprios criadores, queriam, a princípio, se reunir para tirar foto.

Sem saber qual será a decisão do shopping, alguns vendedores estão com medo. Em alguma franquias, como apurou a reportagem, a orientação ainda não foi definida já que depende dos escritórios que estão em São Paulo ou Rio de Janeiro.

“Nós estamos com medo e tem vendedor que já disse que não vem trabalhar”, disse por telefone uma vendedora que preferiu não se identificar.

Até hoje, 982 pessoas confirmaram presença na página do evento no Facebook. Mas há quem se revolte com a proporção que o protesto tem tomado.

“Eu acho o brasileiro patético. O ‘rolezinho’ é um negócio que começou com adolescentes que queriam tirar foto.Teve gente que quis barbarizar, porque sempre tem vândalo no meio. Mas até aí tudo bem. Agora, o que me assusta é que do nada as pessoas querem fazer ‘rolezinho’ a troco de nada. Movimento dos Sem Teto, e outros movimentos, um monte de gente que quer entrar no shopping como se algum dia na vida tivessem sido impedidos de entrar. Tem profissionais como jornalistas confirmando participação no evento”, disse indignada a estudante de publicidade, 20 anos, que preferiu não se identificar.

E continuou: “Eu quero saber sobre o que essas pessoas estão protestando. Se é contra o sistema, o capitalismo, o preconceito ou contra o consumo, porque até agora não entendi. Que seja contra tudo, o movimento não me parece ter conteúdo, diferente das manifestações em junho do ano passado. Seja qual for o motivo, é claro que o estabelecimento vai fechar as portas com um monte de gente fazendo pressão na porta. Não faz sentido”, desabafou.

Por outro lado, muita gente acredita o movimento é legítimo. “Não precisa ter lógica. Estamos nos manifestando e isso é importante. È dizer não ao preconceito”, disse o estudante Pedro Henrique, 23 anos.

OAB nomeia grupo para acompanhar os “rolezinhos” em Campo Grande
A OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul), nomeou nesta segunda-feira (20) um grupo de advogados para acompanhar as mani...
Comandante da PM avisa que quem fizer "rolezinho" vai quebrar a cara
Mesmo em férias e a quilômetros de distância da Capital, o comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto David dos Santos, está “antenado” na...


Eh assim mesmo gente. Nessa nossa exaltada democracia, gente de bem trabalha duro para pagar assaltante, baderneiro e demais vermes que convivem na sociedade. Enquanto nao se fazer linha dura (pena de morte a esses viloes), a coisa soh vai piorar. Acorda Brasil.
 
Jose Goncalves Ferreira em 21/01/2014 15:41:13
Fico entristecido com determinados modismos, movimentos e costumes de parte da juventude atual. É um claro sinal que muitos não tem objetivos e nem causa para defender. Quando protestam, a maioria não sabe por e para que. É um bando de maria-vai-as-outras. Não querem trabalhar, mas querem consumir e ostentar. Também não querem estudar, evoluir e se aperfeiçoar. Acham que o governo tudo tem que lhes dar. Se sentem rejeitados, oprimidos, excluídos.. a maioria nem sabe o que isto significa. São um bando de vadios pseudosocializados. Rolezinho=gente desocupada!
 
Beto Martins em 21/01/2014 15:35:39
Estou vendo um monte de pessoas MUITO BEM DE VIDA confirmadas nesse evento, não se enganem, muitos que vão devem ter iphone, ipad, carro do ano...Estão indo para tirar foto para o facebook...

Vocês não são revolucionários, cidadãos de bem deveriam ir ao shopping e cuidar destes baderneiros, na primeira baderna ou delito, deveríamos ajudar os seguranças a sentar a borracha nestes malas...
 
Antonio Harper em 21/01/2014 14:08:33
A culpa do pânico é do tal comandante da PM que mesmo de férias usou a imprensa pra fazer ameças de repressão violenta. Cidadão de bem e consciente nem vai ao centro neste dia a menos que realmente precise, mas consciência é fruto de maturidade que os mais jovens ainda não adquiriram. Não são apenas vândalos que estarão lá, estarão também muitos jovens na busca de uma construção de identidade e a partir do momento em que a polícia ameaça como se todos fossem bandidos , ela provoca o pânico.
 
Marcelo do Nascimento em 21/01/2014 13:47:46
porque estes desocupados não se reune e vão até o asilo ou na apae dar um rolezinho e aproveitar pra ver se la não precisa que ajuda na limpeza varrer o patio cortar o gramado fazer algo util pra sociedade ja que eles tem tempo de sobra pra vagabundagem sei que tem muita entidade que precisa de pessoas assim com tempo de sobra
 
cicero silva em 21/01/2014 12:55:35
No BRASIL, já passou a hora de ser votado um plebicito para a implantação da LEI DE TOLERÂNCIA ZERO, o ""cidadão" que anda à margem da LEI, anda cheio de lei que apenas protegem seus mal feitos, seu desrespeito à LEI própriamente dita ocorre aos olhos de qualquer um, são menores e inimputáveis, podem anarquizar a hora que bem entenderem, serão detidos , serão ouvidos e soltos novamente para praticarem o que bem quizerem, pois com 17 anos e 11 meses e 29 dias ainda são menores, e alcançando a maioridade ZERAM SEUS DELITOS, mas o mau caráter de suas personalidades , esses sempre serão os mesmos.

BRASIL, PAIS DE TOLOS (inclusive eu, que fico perdendo meu tempo escrevendo)
 
ELUIZ SILVA PAULON em 21/01/2014 12:41:26
Eles nunca foram impedidos de entrar em shopping algum. Nunca foram impedidos de comprar em loja alguma. Vão protestar apenas porque estão de férias e não têm nada pra fazer em casa. Sorte que a população já sabe do rolezinho e não comparecerá ao shopping nesse dia. Paciência.
 
robson oliveira em 21/01/2014 12:28:17
O problema não são os protestos, sim os MARGINAIS infiltrados. Muitos desses protestos são sem nexo. Seria muito interessante PROTESTAR por LEIS mais rígida no trânsito, mudança no CP(código Penal) que esta muito ultrapassado, reforma tributária, contra a corrupção,contrar salários abusivos nos altos escalões, por transparência em obras públicas, por RESPEITO AO MEIO AMBIENTE, por melhor qualidade nas obras públicas( principalmente asfalto e Brs), melhoria na saúde e na EDUCAÇÂO que esta um lixo.
Acredito que muitos jovens, estão cheios de boas intenções, mas outros, só fazem baderna e não têm o minimo de perspectiva na vida.
Antônio Harper adorei sua frase, essa vai para minha coleção, rs,rs,rs... Esse é o mal do nosso povo, somado a falta de memória política.
 
Neyde de Oliveira em 21/01/2014 12:25:39
Tem é que descer o cacete nesse bando de bandido,excluidos não tem disso não,falsos moralistas,quando vão sozinhos ou acompanhados eles tem passe livre em qualquer shopping,agora um bando de gente fazendo arrastão,tem que tomar borrachada no lombo.
 
Alexandre Rodrigues em 21/01/2014 12:17:44
Fico feliz em ver que a maioria da sociedade já percebeu que não há nada de salutar nisso e que nada mais é uma forma de vandalizar, destruir e roubar, o pior que certas emissoras de tv dizem que isso é uma manifestação social, como nossos amigos já mencionaram, por que não fazem um rolezinho no hemosul, no asilo, na igreja, etc... A sociedade de BEM, NÃO IMPORTANDO A RAÇA, COR, RELIGIÃO, OPÇÃO SOCIAL, É CONTRA ISSO TUDO....
 
Luiz Alves em 21/01/2014 12:14:38
Esse tal "movimento" é uma afronta e ameaça à tranquilidade das pessoas de bem (pobres, ricos, pretos, brancos, amarelos, etc...)
As "manifestações" desses grupos compostos, na sua maioria, de desocupados (marginais da periferia, usuários de droga,etc...), as autoridades não deveriam permiti-las em ambientes privados como shoppings... O CUSTO pra manter uma loja nestes centros comerciais É CARO e um dia perdido por causa destes vândalos, é um dia de prejuízo para TODOS (proprietários, empregados e clientes).
Não concordo nem com as "autoridades" de São Paulo (em campanha eleitoral), nem com a imprensa irresponsável que apoia ou "valoriza" estas manifestações.
 
Paulo Chappel em 21/01/2014 12:03:49
espero que tudo ocorra bem, que a policia coiba todo tipo de baderna, shopping é um lugar para compras, essa desculpa de falta de lugar para lazer é balela...tem 2 parques proximos ao shopping...por que tem de ser em shopping? falta de respeito coom quem esta trabalahando.
 
samuel vosni em 21/01/2014 11:38:51
Achei interessante o comentário feito no facebook por uma pessoa que recusou participar, no qual pergunta por que esse "rolezinho" não é feito no hemosul, para doação de sangue, ou no asilo, ou ala de queimados na Santa Casa, e continua citando locais que necessitam de visitação da população. Vale a pena conferir!!!!!
 
Marise Costa em 21/01/2014 11:37:33
Antonio Harper, vc disse tudooooooo kkkkkkkkk
 
ELIO SANTOS em 21/01/2014 11:24:27
NUM PAÍS QUE O GOVERNO É CIVIL, AINDA MAIS MULHER, A FARRA É GRANDE, SOBRE O DIREITO SOCIAL, GOVERNANTES, LIBEREM A SEGURANÇA DESTE PAÍS, PARA O EXÉRCITO, MARINHA E AERONÁUTICA, E FIQUEM TRANQUÍLOS, SÓ ESSE PARA DAR UM BASTA NESTE PAÍS.
 
PEDRO A BRAGA em 21/01/2014 11:21:27
Seria melhor vista, se fosse uma manifestação contra a corrupção a falta de lazer e esportes nos parques, praças ou lugares públicos, em relação a Saúde ou a seguranca pública. Mas me desculpem preconceito no shopping é meio que esquisito né, umas vez que ninguém é impedido de entrar no shopping.
 
Laice.Silva em 21/01/2014 11:11:13
Olha o nível do comentário do 'protestante': "Não precisa ter lógica....". Pq ninguém foi protestar contra os parques e praças que estão com o mato alto, asfalto ruim ou onibus cheio (e caro)?
 
Ronaldo Castor em 21/01/2014 10:52:39
Preconceito do que??? Nunca foi no shopping??? Sempre foi barrado lá??? PROTESTA IGUAL UM LEÃO E VOTA IGUAL UM JUMENTO
Cara, que nojo que tenho dessa geração, bando de acéfalo, falso moralista
 
Antonio Harper em 21/01/2014 10:50:41
Se a intenção é fazer protesto e não rebeldia sem causa, vão protestar por algo sério, como a falta de vagas na rede pública de saúde, que podem provocar a morte de pessoas, inclusive de alguns deles, se se machucarem na brincadeira idiota do rolezinho!
 
Maria Luisa em 21/01/2014 10:48:58
Bom deviam usar o Rolezinho para algo construtivel, pois virou vandalismo e sendo assim deixa de ser algo Bom.Aqui em Campo Grande deviam fazer diferente ser uma coisa organizada, bonita coloca varios temas que ajude toda a sociedade e fosse exemplo para o Brasil..Podemos nos manifestar sim, mas sem Vandalismo e Violencia, pois assim so mostramos o quanto ainda falta para chegar em um Pais Melhor....O Rolezinho hoje ja virou vandalismo por causa de alguns.Entao que em Campo Grande faça uma coisa diferente, algo que sirva como exemplo...
 
susan keyla mendes em 21/01/2014 10:45:32
Fiquem espertos, os badernistas estão dizendo que vão invadir o Shopping Campo Grande, para a segurança se concentrar neste local, mas eles poderão mudar de idéia e invadir outro shopping, ou outro local menos vigiado.
Todo cuidado é pouco. A polícia e seguranças particulares tem que agir com inteligência.
 
VALDIR VILLA NOVA em 21/01/2014 10:39:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions