ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Vídeo mostra motociclista avançando preferencial após sinal ficar vermelho

Motociclista morreu em acidente com carro na manhã deste sábado, entre ruas Joaquim Murtinho e José Antônio

Por Ana Oshiro e Bruna Marques | 21/05/2022 11:15
Momento que antecipa colisão entre moto e carro. (Foto: Reprodução)
Momento que antecipa colisão entre moto e carro. (Foto: Reprodução)

Imagens captadas por câmeras de segurança mostram o momento exato que Renato Alvarenga Meza, de 31 anos, motociclista que morreu na manhã deste sábado (21), avança a preferencial no cruzamento das ruas Joaquim Murtinho com José Antônio, no Centro de Campo Grande.

No vídeo abaixo, é possível ver o sinal ficando vermelho, dez segundos depois, Renato passa conduzindo uma Yamaha YBR 125 e colide no Honda WR-V. Logo após a colisão, a motorista, de 40 anos, desce do veículo, olha rapidamente para Renato e dá a volta no carro, abrindo a porta do passageiro. Ela pega um celular, faz uma ligação e fica perto do porta-malas.

Renato usava capacete no momento do acidente, mas com a colisão, o acessório de segurança sai e a cabeça do motociclista bate no meio fio. O corpo dele fica na calçada, cerca de 10 metros distante da motocicleta. De acordo com a polícia, ele não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Com fratura na cabeça e na perna esquerda, Renato ainda estava vivo quando o Corpo de Bombeiros Militar chegou, mas perdeu a consciência e morreu no local. Socorristas tentaram reanimar o motociclista por cerca de 40 minutos, mas ele não resistiu e morreu no local. O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Renato não resistiu aos ferimentos e morreu no local. (Foto: Marcos Maluf)
Renato não resistiu aos ferimentos e morreu no local. (Foto: Marcos Maluf)


Nos siga no Google Notícias