ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Motociclista que morreu em acidente no Centro de Campo Grande tinha 31 anos

Colisão aconteceu por volta das 6h30 e bombeiros tentaram reanimar vítima por 40 minutos

Por Ana Oshiro e Bruna Marques | 21/05/2022 09:19
Renato morreu no local do acidente, no Centro de Campo Grande. (Foto: Marcos Maluf)
Renato morreu no local do acidente, no Centro de Campo Grande. (Foto: Marcos Maluf)

Foi identificado como Renato Alvarenga Meza, de 31 anos, o motociclista que morreu na manhã deste sábado (21), em acidente no Centro de Campo Grande. Renato pilotava uma Yamaha YBR 125 e colidiu com um Honda WR-V no cruzamento das Ruas Joaquim Murtinho com José Antônio.

De acordo com o delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Coumunitário) Centro, Antônio Ribas, que atendeu a ocorrência, tudo indica que Renato foi quem avançou o sinal fechado no cruzamento, mas a perícia ainda trabalha na investigação. Segundo o delegado, Renato não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Delegado Antônio Ribas atendeu ocorrência. (Foto: Marcos Maluf)
Delegado Antônio Ribas atendeu ocorrência. (Foto: Marcos Maluf)

"Ela falou que tava esperando o sinal vermelho, assim que abriu, saiu e colidiu na motocicleta. Por não ter marcas de frenagem nem antes e nem depois, isso bate com a história dela. Vai ser tudo apurado ainda, ela foi encaminhada agora pra delegacia só para ouvir o depoimento dela oficialmente e estamos tentando verificar câmeras de segurança", explicou Antônio Ribas.

A motorista tem 40 anos, conforme o boletim de ocorrência, e não quis conversar com a reportagem do Campo Grande News no local do acidente. De acordo com o BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito), a documentação da mulher e do veículo estão em dia.

Renato foi arremessado cerca de 10 metros, ele usava capacete, mas com a força da colisão, o acessório de segurança saiu da cabeça dele. Com fratura na cabeça e na perna esquerda, Renato ainda estava vivo quando o socorro chegou, mas perdeu a consciência e morreu no local. Socorristas tentaram reanimar o motociclista por cerca de 40 minutos. O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor.

Renato pilotava uma Yamaha YBR 125. (Foto: Marcos Maluf)
Renato pilotava uma Yamaha YBR 125. (Foto: Marcos Maluf)


Nos siga no Google Notícias