A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/11/2012 21:54

Violentado como "punição", adolescente nega ter cometido furto

Viviane Oliveira e Luciana Brazil
Adolescente nega o furto. (Foto: Simão Nogueira)Adolescente nega o furto. (Foto: Simão Nogueira)

Depois de ter sido agredido e sofrido violência sexual por um grupo de jovens, como forma de "punição" por um furto que nega ter cometido, o adolescente de 16 anos diz que, agora, quase uma semana depois, a vida "está voltando ao normal", apesar da vergonha de sair de casa depois das imagens da agressão circularem pelo bairro Aero Rancho. Em entrevista ao Campo Grande News nesta tarde de quarta-feira (21) o garoto, ainda com o olho roxo, marcas da agressão que sofreu, afirma ter sido vítima de uma emboscada e nega o furto.

Ele foi agredido e violentado na última quinta-feira (15) no Jardim Aero Rancho, em Campo Grande. Tudo o que aconteceu foi gravado no celular pelos agressores e as imagens foram distribuídas no bairro. Com o vídeo em mãos os moradores se revoltaram e procuraram a Polícia.

O adolescente contou que no dia da agressão, estava em casa, quando um jovem foi chamá-lo dizendo que os meninos queriam falar com ele. Ao chegar ao local, os garotos o levaram para um quarto e começaram a perguntar onde estavam os produtos que ele havia furtado: um anel, uma corrente e uma capa de chuva.

Ao dizer que não sabia, o adolescente começou a ser agredido. “Três meninos me bateram, depois me colocaram eu um carro, que tinha mais dois jovens, um deles meu amigo, que impossibilitado não pode fazer nada para me ajudar”, disse.

O adolescente diz que foi levado para uma estrada da gameleira e dentro do carro foi obrigado a fazer sexo oral e masturbar um dos jovens. Eles aparentam ter no máximo 19 anos. A informação obtida pelo Campo Grande News indica que o jovem foi violentado sexualmente, mas ele nega.  

“A polícia já sabe onde todos eles moram”, disse a irmã, que o acompanhou até a delegacia. Na tarde de hoje o garoto prestou depoimento e passou por exame de corpo de delito, que vai dizer que tipo de violência, inclusive sexual, ele sofreu.

A mãe do adolescente disse que não sabia que o filho havia sido agredido, mas não viu o conteúdo do vídeo que estava circulando no bairro. “Não me deixaram ver as imagens”, afirma.

Ela contou que na quinta-feira o filho chegou em casa de cabeça baixa dizendo que havia brigado. “Só no sábado que fiquei sabendo o que realmente tinha acontecido, mas ele não quis falar sobre o assunto".

A mãe que além do adolescente, tem mais quatro filhos, disse que está muito abalada. “Ele apanhou muito e está com vergonha de sair de casa”, finaliza.

O Campo Grande News teve acesso às imagens, mas optou por não divulgar em razão do conteúdo. O caso será investigado pela 5ª Delegacia de Polícia Civil, que não forneceu informações sobre o assunto.



AMEI SEU COMENTARIO MERIELE OLIVEIRA... É EXATAMENTE ASSIM Q NOS SENTIMOS....
"E enquanto isso, pessoas com comentários de fanatismo religioso, misoginia, preconceito de gênero, e afins, continuam postando nas matérias, em uma época onde tanto se prega e se pede pelo fim dos preconceitos de gênero, onde se luta contra o masculinismo, femismo, e ofensa gratuita - que são também formas de violência.
O comentário "ENQUANTO AS MULHERES QUISEREM ASSUMIREM PATERNIDADE, CHEFE DE LAR, QUALQUER UM FAZ BAGUNÇA" ofende a todas as mães de família que leem essa matéria, mulheres que são trabalhadoras, batalhadoras, que lutam, estudam, e tentam melhorar suas condições de vida; além de subestimar a capacidade feminina."
 
CINTHIA VARJAO em 22/11/2012 14:04:24
absurdo,absurdo,absurdo, absurdo,não sei oque eu faria se foce com meu filho,mais estou em estado de choque, que Deus conforte este jovem vai precisar de muita ajuda, e que os direitos humano assuma este caso e faça justiça.
 
cleuza pedrosa em 22/11/2012 14:00:03
Não existe nada mais abominável do que a pessoa, em um Estado que se compromete com a dignidade da pessoa humana, aceitar qualquer tipo de violência, sobretudo de maneira tão brutal e feita pelas próprias mãos, com pessoas se arvorando não só não condição de juízes, mas, sobretudo, na condição de SENHOR da vida, da honra e da liberdade do próximo. Isto também é fruto de uma cultura individualista, hedonista, egoísta que faz com que o patrimônio, a satisfação pessoal, mesmo mesquinha, valha mais que o ser humano, mesmo quando este erra (ainda que o adolescente tenha cometido qualquer ilícito antes). E isto, com o devido respeito, não tem nada a ver com as leis do Brasil serem brandas (como alguns insistem) e que ninguém é punido! Basta ver a quantidade de presos e o tipo de prisão que temos
 
Roberto Ferreira Filho em 22/11/2012 13:19:48
Esse Leitor Pedro Braga deve ser um fanatico religioso só pode, varias reportagens serias o mesmo gosta de resolver tudo com palavras do tipo leia a biblia, ou orem mais, pedro braga se quer ajudar mesmo a humanidade como tanto critica, tire seu narizinho da sua biblia e ajude realmente o pais que vive, duvido muito que você seja patriota e coloque as maos na massa pra resolver as coisas. Se religião e orações resolvesse PEDRO BRAGA, o islamismo teria todos os problemas resolvidos por rezarem todos os dias pontualmente. Ultimamente só vejo religiosos egoistas exigindo a entrada no reino dos céus por cumprirem suas obrigações individuais, nao estao nem ai com a salvação do proximo.
 
Diego Silva em 22/11/2012 12:33:20
O ocorrido é lamentável! Mas o comentário de sr Pedro!!! Ele sim precisa de ajuda não só a de Deus como também de Psiquiatra!! e urgente!!!
Coitado ´ só disse asneiras!!!
 
Etiene mendonça em 22/11/2012 12:31:04
Ahhh sim Sr. Pedro, quer dizer que a culpa de tudo o que aconteceu com este adolescente é da mãe dele? Muito bem, me responda então, filho que, criado e educado por pai e mãe (quando casados), agride e muitos até matam os próprios pais, a culpa é de quem? Sua neh?!
 
Vivian Silva em 22/11/2012 12:18:15
criança é um safado
 
claudinei braz em 22/11/2012 12:05:31
E enquanto isso, pessoas com comentários de fanatismo religioso, misoginia, preconceito de gênero, e afins, continuam postando nas matérias, em uma época onde tanto se prega e se pede pelo fim dos preconceitos de gênero, onde se luta contra o masculinismo, femismo, e ofensa gratuita - que são também formas de violência.
O comentário "ENQUANTO AS MULHERES QUISEREM ASSUMIREM PATERNIDADE, CHEFE DE LAR, QUALQUER UM FAZ BAGUNÇA" ofende a todas as mães de família que leem essa matéria, mulheres que são trabalhadoras, batalhadoras, que lutam, estudam, e tentam melhorar suas condições de vida; além de subestimar a capacidade feminina.
 
Meriele Oliveira em 22/11/2012 11:59:59
Pedro Braga, concordo com vc a respeito de seguir a Biblia, mas discordo quando diz que uma mulher assumir uma casa vira bagunça isso é machismo, pois os homens hoje a maioria perdeu o carater tendo a mulher que assumir o que eles não fazem.
Olhe quanta reportagem de pais contra filhos, mães também mas uma proporção 90% menor. Então repense no que disse e analise o mundo atual, o homem de hoje não é igual antigamente que de verdade eram homem.
 
Danielle Silva em 22/11/2012 11:50:11
Agora cada grupo - seja criminoso ou não - decide quando e como punirá "culpados", de acordo com o que bem entendem, ou seja, seus instintos mais primitivos. Cadê a justiça?
 
Meriele Oliveira em 22/11/2012 11:47:42
esses quatro vagabundo que fizeram isso com esse rapaz se eu tivesse visto uma cena dessa teria com certeza feito justiça com as minhas proprias maos ira matar,esses quatro covardes ,eles rezam para nao cair na cadeia por que bandido nao aceita isso no meio da malandragem ,nao tem esse tipo de coisa,com certza els vao parar na cana tenho do do ( ) deles la.
 
renato ilmo em 22/11/2012 11:38:08
Muito machista o comentário do sr. José de Oliveira. Deus tenha pena de um homem assim. As mulheres que se livrem dele. Amém!!!!
 
Mirtes de Aguiar Pereira da Silva em 22/11/2012 11:16:27
Tá bom, estamos no século XXI e bla bla bla, mas a Lei de Talião aqui, ia bem. Esses cretinos, pensam que são o que pra julgar e "aplicar" punição? Será que tb são punidos dessa forma ou simplesmente são perversos? Essa barbaridade tem que ser apurada com rigor para que esse bando de covardes sejam punidos, como se deve.
 
Regina Lima em 22/11/2012 10:49:06
Descordo de vc Pedro Braga, sou mae solteira e tenho um filho maravilhoso
 
Amanda santos em 22/11/2012 10:35:50
VÃO SER TODOS PRESOS E IRÃO PAGAR BEM CARO NA CADEIA PELO O QUE FIZERAM COM ESTÁ CRIANÇA.
 
JOSE DE OLIVEIRA em 22/11/2012 10:18:08
AS MÃES ESTÃO SOFRENDO POR QUEREM, PRIMEIRO, ESTÃO ADQUIRINDO FILHOS DE QUAISQUER MANEIRA, SEM CASAMENTO, QUANDO CASADAS AINDA QUEREM SEPARAREM, SORTE DAS QUE NÃO TEM FILHOS, MAS AS QUE TEM FILHOS, REZEM OREM, PEÇAM AJUDA DOS PADRES E PASTORES, EM ORAÇÃO, PARA QUE OS MARIDOS PERMANEÇAM COM ELAS, E PRINCIPALMENTE QUANDO TIVEREM FILHOS, POIS, UMA CASA QUE NÃO TEM MARIDO, QUALQUER, VAGABUNDO FAZ FESTA, MAS A QUE TEM UM HOMEM, É RESPEITADA, E OS SEUS HERDEIROS, PORTANTO , MULHERES, SE ENTREGUEM A DEUS, NÃO ASSUMAM FILHOS, PASSEM A RESPONSABILIDADE DA CASA E DOS FILHOS, PARA OS PAIS, QUE DEUS PROTEGERÁ A CASA E OS QUE ESTÃO DENTRO, DELA, CASO CONTRÁRIO, ENQUANTO AS MULHERES QUISEREM ASSUMIREM PATERNIDADE, CHEFE DE LAR, QUALQUER UM FAZ BAGUNÇA, CONSULTEM A LEI DE DEUS A BÍBLIA, E PRATIQUEM ELA.
 
PEDRO BRAGA em 22/11/2012 09:44:35
Isto é lamentável ter acontecido. O mais grave de tudo mesmo, foi o fato destes demais adolescentes terem abusado sexualmente deste rapaz, ou seja além de abusarem de um indivíduo, o fato ocorreu entre indivíduos do mesmo sexo.

Em sendo assim o que vai acontecer com esta juventude ? Vai ficar tudo desta forma, sendo resolvido com violência física e sexual ? A moda da vez é resolver tudo assim ?

Misericórdia destes Jovens e Que DEUS não permita mais tanta tristeza nas famílias!
 
pedrina gomes em 22/11/2012 09:38:47
Que estranha essa mãe hein, então o filho chega em casa todo arrebentado dizendo que havia brigado e o assunto fica por isso mesmo.
 
Kaio Pascal em 22/11/2012 07:35:55
Um culpado pode ser julgado a qualquer tempo (exceto pelo absurdo jurídico da prescrição do crime) mas um inocente jamais pode ser ressarcido por uma injustiça cometida.
 
Leandro dos Santos Farias em 22/11/2012 01:46:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions