A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

14/07/2019 10:38

Vizinhos denunciam mulher por abandonar filha de 2 anos em casa

Vizinhos escutaram choro de criança e acionaram a polícia, ontem à noite; mulher apareceu na madrugada de hoje

Silvia Frias e Fernanda Palheta
Família mora no 1º andar, em apartamento cedido pelo irmão (Foto: Marina Pacheco)Família mora no 1º andar, em apartamento cedido pelo irmão (Foto: Marina Pacheco)

Menina de 2 anos e seis meses de idade foi deixada pela mãe, sozinha, no apartamento em que moravam, no Jardim Centenário, em Campo Grande. Os vizinhos ouviram o choro da criança ontem à noite, acionaram a Polícia Militar. A mulher apareceu somente na madrugada de hoje, cerca de nove horas e meia depois de ter deixado a filha sozinha.

Vizinhos conversaram com a equipe do Campo Grande News, mas não quiseram se identificar. A mulher veio de São Paulo com o companheiro e a filha para mora no Residencial Itaparica há cerca de dois meses, em apartamento cedido pelo irmão.

Na frente do apartamento, vizinhos viram urina escorrendo debaixo da porta (Foto: Marina Pacheco)Na frente do apartamento, vizinhos viram urina escorrendo debaixo da porta (Foto: Marina Pacheco)

Por volta das 19h30 de sábado, os vizinhos começaram a ouvir o choro de menina e, como não parava mais, e foram até o apartamento para ver o que estava acontecendo. Por baixo da porta, notaram que escorria urina, provavelmente, da criança. Chamaram e ninguém respondeu.

Ao perceberem que não havia ninguém no apartamento, além da criança, acionaram a Polícia Militar e ligaram para o irmão dela para evitar arrombamento da porta.

O irmão e a equipe da PM chegaram e a porta foi aberta. Dentro, apenas a menina, suja e com fome e uma mamadeira em cima de mesa baixa, para que ela alcançasse com facilidade. A criança estava nervosa, tremendo e arredia, não deixando ninguém se aproximar.

Os vizinhos conseguiram conversar com a criança. Deram banho e comida, depois que ela disse estar com fome. A menina foi deixada aos cuidados do tio. A PM foi embora e pediu que eles avisassem que ela seria presa por abandono de incapaz.

Por volta das 5h de hoje, a mulher voltou para casa. Ao perceber que a filha não estava no apartamento, saiu gritando e batendo na porta de todo mundo. Eles contaram à reportagem que ligaram para a polícia novamente, mas, desta vez, a informação é que não iriam ao local.

Denúncia – há um mês, a mulher denunciou o companheiro, dizendo que ele havia abusado sexualmente da filha. Os vizinhos disseram que ela encontrou a criança sem calcinha no quarto com ele. Por causa dessa denúncia, ele está preso.

Porém, os vizinhos relataram que ela voltou e disse que não tinha certeza se foi ele ou ela mesma que tinha abusado da criança.

Por telefone, o irmão, que não quis se identificar, disse que conheceu a sobrinha quando a irmã veio para Campo Grande e irá cuidar da menina. Ele contou que também não deve mais permitir que a família more no apartamento.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga, posteriormente, encaminhado à Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), mas ficará sob responsabilidade da Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) a partir de amanhã.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions