ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  19    CAMPO GRANDE 10º

Cidades

Carvoaria sem licença ambiental é fechada em Rio Negro

Por Redação | 16/07/2008 10:48

A PMA (Polícia Militar Ambiental) fechou nesta terça-feira em Rio Negro, cidade que fica a 158 quilômetros de Campo Grande, uma carvoaria que funcionava sem licença ambiental.

A carvoaria mantinha 12 fornos sem a devida autorização. Além disso, na fazenda Santa Luzia, que fica na MS-080, os policiais encontraram caminhão carregado de 60 m³ de lenha de origem nativa sem DOF (Documento de Origem Florestal).

Também foi descoberto que o dono da fazenda, Eber Lurentino de Souza, que havia invadido a fazenda vizinha denominada Fazenda Pantanal do Sul, onde sem autorização do proprietário e do órgão ambiental competente, realizou exploração de madeira nativa das espécies: jatobá, pau-terra e sucupira totalizando 10 árvores.

Os policiais constataram ainda corte de madeira nativa da espécie Pequi na quantidade de 3m³. A espécie tem legislação específica.

Por todas as irregularidades encontradas, Souza foi multado em R$ 10,5 mil e autuado por crime ambiental e encaminhado à Polícia Civil da cidade. Caso seja condenado, poderá pegar de um a dois anos de reclusão.

Nos siga no Google Notícias