A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

07/01/2019 10:44

Casos de chikungunya subiram 74,7% em MS e ano terminou com uma morte

Óbito pela doença foi registrado em novembro, em Campo Grande

Danielle Valentim
Sintomas em pacientes aleatórios. (Foto: Reprodução/Internet)Sintomas em pacientes aleatórios. (Foto: Reprodução/Internet)

O ano de 2018 acabou e a chikungunya matou uma pessoa em Mato Grosso do Sul. Os casos foram 74,7% maiores que em 2017, segundo boletins epidemiológicos divulgados o ano inteiro pela SES (Secretaria Estadual de Saúde).

Conforme os documentos, o ano de 2017 se encerrou com 123 casos confirmados, sendo 101 autóctones e 22 casos importados. Já o ano de 2018 terminou com 215 casos da doença, sendo 195 autóctones e 20 importados. O aumento representa 74,7%, com relação ao mesmo ano.

O Campo Grande News acompanhou as divulgações, semanalmente, durante os 12 meses do ano passado e as tabelas com o quantitativo de pacientes diagnosticados com a doença mostraram constante crescimento de casos.

Os documentos também pontuaram, um surto em Dourados durante a 11º semana epidemiológica, com diversos casos confirmados. Foram encontrados focos e realizadas ações por meio das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde. A quantidade de casos, à época, impactaram nos números e seguem monitorados.

A morte pela doença foi registrada em novembro, em Campo Grande.

Dengue – Os mesmo boletins epidemiológicos apontaram que os casos de dengue acumularam queda em 2018, mas balanço final, ainda não foi divulgado.

(Foto: Divulgação/SES)(Foto: Divulgação/SES)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions