A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

07/07/2017 10:04

Casos de influenza desaceleram, mas índice sobe 8% em MS

Na transição da terceira para a quarta semana de junho, os registros aumentaram 17,1%

Yarima Mecchi
Paciente sendo vacinado contra gripe. (Foto: André Bittar/Arquivo)Paciente sendo vacinado contra gripe. (Foto: André Bittar/Arquivo)

O número de casos notificados do vírus influenza desaceleram em Mato Grosso do Sul com relação a semana passada. Dados desta semana apontam um aumento de 8% nos registros. O boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria do Estado de Saúde) no dia 30 junho teve um acréscimo de 17,1% com relação aos dados de 19 de junho.  

De acordo com o boletim epidemiológico desta semana, até esta quinta-feira (6) foram 496 internados por síndrome respiratória aguda grave, sendo 38 a mais que o dia 30 de junho. Nos dados divulgados no dia 19 de junho eram 391 casos da síndrome. A última semana de junho teve um aumento de 17,1%, sendo 458 registros. 

De acordo com SES (Secretaria do Estado de Saúde) não foram registrados casos do vírus H1N1, mas são 64 de H3N2, um a mais que o último boletim, dois casos de gripe A e seis de B.

Campo Grande é a cidade que lidera o ranking do Estado. A Capital teve um caso a mais de H3N2, sendo 28 registros, mas manteve os dados de influenza A, com um. Ainda não há notificações de influenza B e H1N1. Até agora são 258 registros de síndrome respiratória aguda grave.

A cidade branca, Corumbá, segue em segundo lugar nos levantamentos da SES e tem 53 notificações por síndrome respiratória aguda grave e nove casos de H3N2. Não houve registros de H1N1 ou influenza A ou B.

O número de óbitos não aumentou, são cinco ao todo. Campo Grande teve três mortes por H3N2, Coxim uma por influenza B e Rio Verde de Mato Grosso uma por influenza A.

Dengue - As notificações de dengue também estão baixas neste ano, até agora Mato Grosso do Sul teve 3.810, são 2,30% a mais que a semana passada. Campo Grande está em primeiro lugar com relação aos municípios, com 1.267, seguida de Corumbá com 399. O número de mortes permanece estável com uma em Cassilândia e outra em Camapuã.

MS notifica 391 casos de gripe e registra três mortes em seis meses
Com a baixa procura na vacina contra a gripe, Mato Grosso do Sul já notificou 391 casos de influenza, de acordo com o Boletim Epidemiológico da SES (...
Vacinação contra a gripe imunizou 76% do público-alvo no Estado
Até o fim da prazo oficial da campanha de vacinação contra a gripe, que terminou sexta-feira (9), 76% do público-alvo da ação em Mato Grosso do Sul f...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions