A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/08/2008 09:34

Catador de lixo é indicado para levar prêmio nacional

Redação

O vice presidente da Coopervida (Cooperativa dos Agentes Recicladores Vida Nova), José Pedro Tavares, que já foi sapateiro, eletricista e catador em lixão, foi pego de surpresa pela indicação ao 'Prêmio Betinho - Atitude Cidadã', do 'COEP Brasil' (Rede Nacional de Mobilização Social).

O prêmio faz parte das comemorações pelos 15 anos da rede e busca valorizar pessoas que lutam cotidianamente contra a fome e pela promoção da cidadania.

Em cada um dos 27 municípios listados no site da instituição, o COEP e Organizações parceiras indicaram três pessoas que serão eleitas em votação pela Internet.

Seu José, que nunca tinha ouvido falar do prêmio e também não conhece o ativista dos direitos humanos Betinho, fundador do COEP, concorre na Capital com a gerente da unidade do SESC Camillo Boni, Maritza da Silveira Côgo, responsável pela implementação do programa Mesa Brasil no SESC, em Campo Grande e em Dourados, e com o empresário Ueze Elias Zahran, criador da Fundação Ueze Elias Zahran.

O empresário Ueze Zahran seu José conhece da televisão, e acha que o páreo vai ser duro.

"Até preparamos um material de campanha que estamos distribuindo para as pessoas, um papelzinho simples que tem o endereço para as pessoas votarem pela Internet. Os meus conhecidos estão até mais envolvidos do que eu, mas acho importante, porque pode ajudar a divulgar o nosso trabalho e estamos precisando disso", diz o candidato.

A Coopervida, que foi fundada há oito anos, e tem 27 pessoas em seu quadro de associados, não vai bem. Localizada no Jardim Aerorancho, a sede da cooperativa, um pequeno salão com terreno aos fundos para armazenagem de material, é muito distante do centro da cidade e isso faz com que 15 carrinhos de coleta estejam parados. "

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions