A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/03/2008 10:35

Cerca de mil pessoas estiveram em passeata, diz Fetems

Redação

Cerca de mil professores participaram hoje de manifestação nas ruas centrais de Campo Grande pelo piso salarial único, segundo estimativa da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul). A maioria deles da rede estadual, disseram os organizadores. A informação é de que na rede municipal os diretores proibiram a participação dos funcionários.

De cinco escolas estaduais procuradas pelo Campo Grande News, todas estavam fechadas. Já na rede municipal, a mesma quantidade funcionava normalmente em Campo Grande hoje pela manhã.Com faixas e cartazes o grupo de manifestantes fez a concentração no teatro Dom Bosco de onde saiu em passeata para pedir apoio à população na luta pelo piso nacional.

Em um panfleto, a Fetems lembrou que os pais têm o direito de dar opinião sobre a remuneração dos professores, e orientou que uma maneira de fazer isso seria cobrando de seus representantes no Legislativo e no Executivo.

Os professores reivindicam piso salarial nacional para educadores no valor de R$ 1050, para 30 horas semanais, para todas as instituições públicas do Brasil, independente de região do país. Um projeto do governo federal é atualmente discutido na Câmara Federal, mas o valor fixado é de R$ 950,00.Hoje, segundo a Fetems, 74% dos 78 municípios sul-mato-grossenses têm vencimento-base abaixo até da proposta federal.

Em 38%, nem o salário somado a gratificação atinge o valor proposto.Os educadores Edna Bazachi, 42 anos, e Marcelo Costa, 47, trabalham há mais de 20 anos na rede pública. Lado a lado na manifestação de hoje, realizada nacionalmente, ambos reclamaram da jornada diária de três turnos, que têm de cumprir para ganhar razoavelmente e manter uma vida mais digna.

Justiça do Trabalho faz acordos de R$ 6,5 milhões no Estado
A Justiça do Trabalho teve 355 acordos que somaram R$ 6.512.934,87 durante a Semana da Conciliação em Mato Grosso do Sul. Na iniciativa, realizada en...
Ministério da Saúde suspende incentivos da atenção básica em MS
O Ministério da Saúde suspendeu, nesta sexta-feira (15), repasse extra à atenção básica para sete municípios de Mato Grosso do Sul. Isso porque eles ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions