A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

01/06/2009 07:22

Com análise reduzida, ANP encontra adulteração em postos

Redação

Com uma amostragem muito menor que a analisada antes do rompimento de contrato com o Labcom (Laboratório da Analisas de Combustíveis da UFMS), a ANP (Agência Nacional de Petróleo) encontrou um índice de irregularidade 5 vezes maior na gasolina de janeiro a abril deste ano que em 2007, quando foi feito o último levantamento.

De 71 postos em que a gasolina foi pesquisada, 4 apresentaram não conformidades, relacionadas à adição do álcool anidro, cujo limite legal é de 25%.

Porém, em 2007 a amostragem era significativamente maior, de 749 estabelecimentos pesquisados. Neste ano nenhum posto de Campo Grande apresentou irregularidades em relação ao álcool hidratado, gasolina ou diesel.

No interior, há casos no Bolsão, Oeste e Norte do Estado. O índice de irregularidade da gasolina foi de 5,6%, não houve problemas com o diesel e com o álcool foi de 2,2%.

As análises foram feitas pelo Centro de Pesquisas e Análises Tecnológicas da ANP. A Agência informa que o processo licitatório para o monitoramento no Estado já foi iniciado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions