ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Com horário de verão, economia esperada é de R$ 21 mi

Por Redação | 17/10/2009 09:32

Amanhã à zero hora tem início o horário de verão e com o maior aproveitamento da luz do dia a previsão é que as pessoas consumam 0,3% menos, o que gerará economia de R$ 21 milhões.

Os dados foram informados esta manhã pelo vice-presidente da Enersul, Sidney Simonágio. Segundo ele, para a geração de energia o impacto é maior, a capacidade seria pressionada em 4,5% no horário de pico, entre 17 horas e 20h30, se não fosse adotado o horário de verão.

Considerando o que é economizado pelo consumidor, a quantidade de energia seria suficiente para abastecer por um mês uma cidade do porte de Sidrolândia. Já quando se leva em conta a economia na capacidade da rede torna-se o equivalente ao consumo anual de uma cidade como Aquidauana.

Sidney disse que sem o horário de verão, a empresa teria que expandir sua capacidade neste período o que refletiria em aumento de pelo menos 1% na tarifa de energia.

Pós e contras