A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

24/06/2009 12:33

Comissão do Senado aprova o divórcio direto

Redação

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou hoje (24) a proposta de emenda à Constituição (PEC) que acaba com o prazo de dois anos de separação conjugal para dar entrada no divórcio.

A matéria já tramitou na Câmara e, no Senado, só depende agora da apreciação em plenário.

Caso seja aprovada, o casal que deseja se divorciar não vai precisará mais esperar os prazo de dois anos de separação conjugal para entrar com o processo.

A proposta de instituição do divórcio direto partiu do Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFAM) e apresentada para apreciação no Congresso pelos deputados Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ) e Sérgio Barradas Carneiro (PT-BA).

Na CCJ, a matéria foi relatada pelo presidente da comissão, Demóstenes Torres (DEM-GO). A apreciação da PEC não estava na pauta e foi colocada de última hora pelo parlamentar.

Ouvidor da Funai faz pedido para PF investigar ONGs e índios em MS
Investigar indígenas e ONGs (Organizações não governamentais) que estariam cooptando para conflitos mulheres, crianças e idosos em Mato Grosso do Sul...
Justiça estadual determina que Vivo pague indenização de R$ 5 milhões
A empresa telefônica Vivo foi condenada pela Justiça estadual a pagar R$ 5 milhões em indenização por falha na prestação de serviço de telefonia móve...
Plano de contingência e programa de combate ao Aedes aegypti são lançados
A SES (Secretaria de Estado de Saúde) lançou nesta quinta-feira (23) o Plano Estadual de Contingência ao Aedes aegypti, mosquito causador de doenças ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions