A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/10/2010 11:31

Crescimento do Orçamento da Saúde não chega a 1% em MS

Redação

O Orçamento do Estado direcionado à saúde terá pouco incremento em 2011, se comparado ao valor que está sendo aplicado este ano.

A verba atual destinada ao setor é de R$ 594,4 milhões e a previsão para 2011 é que sejam investidos R$ 600 milhões. Portanto, o crescimento não chega a 1%.

Na própria mensagem orçamentária encaminhada à Assembleia Legislativa, o governador André Puccinelli (PMDB) diz que as previsões de investimentos para o próximo ano refletem as dificuldades de investimentos enfrentadas pela atual administração.

"Mato Grosso do Sul não pode continuar refém da excessiva centralização de verbas da União, com uma participação ínfima no bolo da receita", lamentou.

Hoje pela manhã, durante a assinatura de parceria para ativação do Hospital Regional de Nova Andradina, o governador também tocou no assunto, defendendo a urgente aprovação da Emenda 29, que estabelece os percentuais de gastos em saúde sobre a receita da União.

Puccinelli disse que a União precisa "cumprir sua parte" para que estados e municípios não saiam prejudicados e fiquem sobrecarregados no atendimento à população.

O governador também enfatizou que tem sido parceiro dos municípios repassando verbas para a saúde, mesmo para aqueles que tem gestão plena.

Puccinelli admitiu ainda que ele e a maioria dos governadores e prefeitos brasileiros só atingem o percentual determinado pela Constituição em aplicação de recursos na saúde devido à Lei do Rateio. Na prática, o dispositivo permite a inclusão de despesas administrativas e de manutenção no bolo de investimentos gerais em saúde.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions