ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MARÇO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 28º

Cidades

Curso do Bope oferece técnicas de guerra de países em crise para policiais de MS

Bruno Chaves | 05/12/2013 17:32
Ao todo, 4 delegados e 46 investigadores foram capacitados (Foto: Marcos Ermínio)
Ao todo, 4 delegados e 46 investigadores foram capacitados (Foto: Marcos Ermínio)

Policiais civis de Mato Grosso do Sul aprenderam, nesta quinta-feira (5), táticas de guerra empregadas em países de crise, como Iraque, Afeganistão e Líbia. O curso foi ministrado a quatro delegados e 46 investigadores por três instrutores do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), Core (Coordenadora de Recursos Especiais) e Cetta (Counter Terrorism Experts).

De acordo com o especialista de controle de terrorismo Geremias de Jesus Júnior, do Rio de Janeiro, o curso "Combate Tático Urbano” auxiliará no combate a criminalidade de Mato Grosso do Sul pelo fato de o estado fazer fronteira com países vizinhos.

“A metodologia do curso é oriunda de países de crise e de estados como o Rio de Janeiro e São Paulo, onde os combates são mais intensos e emergentes. O objetivo é fazer os policiais trabalharem em grupos para atuarem em áreas de criminalidade”, disse.

Geremias ainda revelou que os policiais poderão empregar os conhecimentos adquiridos no curso no dia-a-dia do trabalho. “Eles poderão usar em casos de sequestro, resgate, ações contra terrorista, narcotráfico, transposição de fronteira e outras”, explicou.

Os policiais aprenderam técnicas coletivas que poderão ser utilizadas em grupos de dois a oito agentes. “Essa é uma oportunidade para nos mantermos sempre treinados e aprimorando nossos conhecimentos. Essas técnicas são importantes para o exercício da nossa profissão, para que possamos servir e proteger o cidadão”, opinou o delegado de polícia André Luiz Novelli, de Nova Andradina.

Policiais receberam treinamento teórico e prático (Foto: Marcos Ermínio)
Policiais receberam treinamento teórico e prático (Foto: Marcos Ermínio)
Instrutor do Rio de Janeiro é especialista em terrorismo (Foto: Marcos Ermínio)
Instrutor do Rio de Janeiro é especialista em terrorismo (Foto: Marcos Ermínio)

O curso ofereceu aulas teóricas no período matutino e práticas das técnicas policiais, inclusive com simulação de combate urbano com a utilização de paintball, no período vespertino. Temas como inteligência operacional, progressão em áreas de crise, entrada tática, resgate tático urbano, formação de uma equipe tática de confronto direto, defesa e retenção de armamento, combate tático à mão nua, entre outros, foram ministrados.

De acordo com o diretor-presidente da Escola de Governo, André Luiz Godoy Lopes, o objetivo do curso é capacitar os policiais civis do Estado a altura dos grandes centros. “Por isso, escolhemos os policiais de delegacias especializadas que estão em combate mais acentuado com as forças criminosas”, disse.

Nos siga no Google Notícias