A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

11/03/2009 08:26

Defesa vai recorrer ao STJ para libertar procurador

Redação

Os advogados de defesa do procurador Carlos Alberto Zeolla vão recorrer ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) contra decisão da Justiça sul-mato-grossense que decretou prisão preventiva ao assassino do jovem Cláudio Zeolla, morto pelo tio no dia 3 de março, em Campo Grande.

O STJ deve ser acionado nas próximas horas. A defesa também pede, caso seja mantida decisão do TJ/MS, para que a prisão seja domiciliar. Como argumento, os advogados apelam para o estado de saúde do procurador, que estaria com depressão e há 8 anos faz tratamento psiquiátrico e sofre sequelas de três isquemias.

Zeolla está em um alojamento do Garras, dividindo espaço com policiais de plantão. Hoje o TJ decretou a prisão preventiva, e ele deve seguir preso até o julgamento, caso não haja revogação.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions