A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/06/2010 12:05

Desembargadores de MS fora de disputa por vaga no STJ

Redação

Os dois desembargadores de Mato Grosso do Sul que disputavam ontem a indicação à lista tríplice para a escolha de ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça), na vaga deixada pela ministra Denise Arruda, ficaram de fora da relação. A vaga é direcionada aos Tribunais de Justiça.

Foram escolhidos os desembargadores Paulo de Tarso Vieira Sanseverino, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul; Marcus Vinicius de Lacerda Costa, do TJ do Paraná; e Jones Figueiredo Alves, do Tribunal de Pernambuco.

Os representantes de Mato Grosso do Sul na votação eram os desembargadores Carlos Eduardo Contar e Dorival Renato Pavan. Contar é desembargador desde 2007, quando ocupou vaga destinada ao Ministério Público no TJ, escolhido pelo então governador Zeca do PT. Atualmente, preside a 2ª Turma Criminal do Tribunal e compõe a Seção Criminal.

A eleição dos integrantes da listra foi iniciada no dia 13 de maio, mas após três votações nenhum dos desembargadores obteve os 17 votos, a maioria absoluta dos 33 ministros do Tribunal, necessários para integrar a lista. A mesma situação se repetiu em 8 de junho. Ontem, a votação foi concluída.

Agora, a lista vai para o presidente da República, que escolhe entre os três nomes apontados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions