A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

03/11/2009 09:25

Douradense é suspeito de outros crimes em Rondônia

Redação

O microempresário Odenir José Ribeiro Neto, 29, acusado de contratar o também douradense Diego Santos Inácio, 18, o "Febem", para matar uma professora aposentada e o marido dela em Presidente Médici (RO), é suspeito de envolvimento em outros crimes de pistolagem naquele estado.

Preso no dia 28 de outubro após ser apontado por Diego Inácio como intermediador do atentado, Odenir foi transferido na manhã desta terça-feira para Presidente Médici. Policiais de Rondônia vieram a Dourados para levá-lo ao local do crime e onde será investigado como co-autor de outros assassinatos.

Diego Inácio está preso em Presidente Médici, onde foi autuado em flagrante pelo assassinato da professora aposentada Maria das Graças Cardoso, 55, e por tentar matar o marido dela, Lourival Cardoso, que levou um tiro na mão. Elisângela Patrícia Cardoso, 24, filha de Maria e Lourival, e Claudemir Guimarães Cordeiro, 29, marido de Elisângela, foram presos como mandantes do crime.

Lourival relevou que desconfiava da filha e do genro. O casal acabou confessando ter tramado a morte dos pais de Elisângela. Diego foi preso em um hotel de Presidente Médici e confessou o crime. Disse que tinha sido contratado por Odenir Neto. O casal confessou ter contratado Odenir por R$ 6 mil para encontrar o pistoleiro. Ele nega.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions