A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/06/2008 20:13

Eleição do Crea teve 45% de comparecimento dos votantes

Redação

A votação para eleger a nova direção do Crea (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura) de Mato Grosso do Sul, realizada hoje, teve em torno de 2,7 mil votantes, de um universo de aptos a votar estimado em 6 mil. O índice de comparecimento, de 45%, repete o quadro de eleições anteriores, segundo informou o presidente atual do Crea, Amarildo Miranda, que não está na disputa. O resultado deve sair amanhã.

Ao todo, 12 mil profissionais, entre engenheiros agrônomos, civis e arquitetos, são representados pelo Conselho, mas só podiam votar os que estão em dia com as anuidades.

Com tantos profissionais a fiscalizar, o Crea tem um orçamento alto, de R$ 10 milhões, o que justifica a concorrência entre os candidatos, que chegou a render ações judiciais e denúncias.

Estão na disputa os engenheiros civis Cláudio Pache Anache, Jary de Carvalho e Castro e Jean Saliba, e o engenheiro agrônomo Antônio Bitencourt do Amaral.

Os candidatos Jean Saliba e Jary de Carvalho chegaram a pedir a impugnação da candidatura um do outro.

Carvalho acusou Saliba de não apresentar certidão negativa exigida pela Comissão Eleitoral, que teria tido as contas reprovadas pelo TCU (Tribunal de Contas da União), quando foi presidente do Crea.

A assessoria jurídica de Saliba, na semana passada, também impetrou pedido de impugnação contra a candidatura de Jary de Carvalho, alegando abuso de poder econômico e político do concorrente.

Nesta semana, o Confea (Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) anunciou uma auditoria no CREA-MS para apurar possíveis irregularidades. A denúncia partiu de um grupo de 130 profissionais que contestam a concessão de atribuições profissionais indevidas a tecnólogos. Um grupo do Conselho Federal deve vir ao estado para verificar a situação.

A eleição é também para a presidência do Confea. Concorrem os engenheiros Marcos Túlio de Melo e Reynaldo Barros. Está sendo eleita, ainda, a direção-geral da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea-MS.

No estado foram 19 urnas distribuídas entre a sede do CREA/MS, em Campo Grande, e as inspetorias e escritórios no interior do Estado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions