A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

14/05/2010 12:29

Em 2 meses, Operação Sentinela apreendeu só 4 armas

Redação

Após dois meses de Operação Sentinela, a PF (Polícia Federal) divulgou balanço dos trabalhos realizados na fronteira com o Paraguai com o apoio de corporações como a Força Nacional, PM, DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e a Receita Federal.

O objetivo da operação é o combate ao tráfico de entorpecentes, à entrada ilegal de armas e munições, ao contrabando e descaminho, à imigração ilegal e aos demais crimes típicos de regiões fronteiriças.

Na fronteira seca do Estado, foram realizadas 396 barreiras policiais, 12.051 veículos e 28.658 pessoas foram vistoriados, o maior número em todos os estados onde a operação acontece.

De 9 de março a 18 de abril foram apreendidos 480,8 quilos de maconha, 46 quilos de cocaína e 6.738 pacotes de cigarro. Mas a meta de repressão ao tráfico de armas só conseguiu a apreensão de 4.

Segundo o delegado da PF, Roberto Troncon, Diretor de Combate ao Crime Organizado, "A Operação Sentinela inaugura uma nova fase no controle das fronteiras, com integração e cooperação permanente entre órgãos federais e estaduais no combate aos ilícitos transnacionais".

A Operação Sentinela está presente em todos os estados da linha de fronteira do Brasil e deve durar até dezembro deste ano.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions