A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/03/2009 16:55

Em 29 de abril, Campo Grande terá Dia da Violência Zero

Redação

O dia 29 de abril será de alerta, a idéia é que uma grande mobilização evite que qualquer pessoa seja vítima de violência em Campo Grande. O objetivo é zera o número de ocorrências, pelo menos durante 24 horas.

A data foi definida hoje,durante reunião no MPE (Ministério Público Estadual), o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ), o Detran, a Agetran, o Corpo de Bombeiros, a Polícia Rodoviária Federal, a OAB, a Câmara Municipal de Campo Grande.

O compromisso assumido foi de implementar a partir de hoje ações concretas contra a criminalidade e os acidentes de trânsito, encarando os problemas como caso de saúde pública.

"Vamos mobilizar toda a sociedade para que neste dia, nem o Corpo de Bombeiros e nem o Samu, tenham que levar ninguém para o Pronto Socorro", disse o coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), José Eduardo Cury.

A reunião comprovou a necessidade urgente do discurso virar ação. Alguns relatos mostram que é possível prever onde a violência vai ocorrer, considerando estatísticas, lugares de risco, de alto risco.

"Uma rua com a Yokoama, que tem um acidente todos os dias, pode ter uma nova sinalização para mudar o quadro. Uma rotatória, como aquela próxima à Coca-Cola, pode ter uma fiscalização maior e "hoje ninguém será atropelado lá", contou o coordenador do samu, Eduardo Cury.

A Promotora de Justiça, Sara Francisco Silva, ironizou dizendo que diante das informações geradas só não é possível dizer qual a placa do carro que será envolvido no próximo acidente e cobrou ações efetivas para criar uma rede de proteção na cidade.

Novamente foi lembrado que em dias de pagamento, por exemplo, os casos aumentam consideravelmente. "Uma determinada categoria de funcionários recebendo salário na sexta-feira, desencadeia uma onda de violência extraordinária durante todo o fim de semana. Isso já se sabe e poderíamos propor que esse pagamento fosse na quarta-feira, por exemplo", lembrou a promotora.

A Santa Casa voltou a ser alvo preferencial das críticas, O presidente da Câmara, Paulo Siufi,diz que a Comissão de Saúde irá ainda nesta semana até a Santa Casa para uma visita surpresa. O hospital está com cirurgias suspensas há 2 meses.

Entre as "estratégias", não nenhuma inovação. Os métodos são os já defendidos como necessidade de "intensificação do policiamento de trânsito com a punição dos infratores e a elaboração de campanhas educativas, orientando e informando os condutores a manterem a disciplina no trânsito, além de chamar a atenção para os problemas do álcool", detalha em nota a assessoria da Câmara Municipal.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions