A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/03/2016 11:23

Em um ano, projeto feito a pedido da população soma 30 mil cirurgias

Na nona edição, Caravana da Saúde chega a Aquidauana e, depois, será levada a Dourados e Campo Grande

Waldemar Gonçalves e Aline dos Santos
Dona Geroncia, 66 anos, voltou a enxergar direito as coisas pequenas depois de cirurgia feita na Caravana da Saúde, em Aquidauana (Foto: Marcos Ermínio)Dona Geroncia, 66 anos, voltou a enxergar direito "as coisas pequenas" depois de cirurgia feita na Caravana da Saúde, em Aquidauana (Foto: Marcos Ermínio)

Quando dona Geroncia Silva, 66 anos, costureira, soube da Caravana da Saúde em Aquidauana, município 135 quilômetros a oeste de Campo Grande, na planície pantaneira, pensou que seria ótima oportunidade de consultar um oftalmologista e conseguir sonhados óculos novos, já que as lentes antigas, achava, já não funcionavam direito e eram responsáveis por ela não conseguir enxergar direito as coisas pequenas. Ao falar com o especialista, descobriu que precisa de bem mais: o diagnóstico foi de catarata.

A história dela resume a proposta. A Caravana da Saúde, segundo o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), nasceu de pedidos da própria população, que colocou a melhoria na área de saúde como principal demanda a ser atendida pela administração pública e, hoje, chega à nona edição um ano depois de desembarcar em Coxim, seu primeiro destino.

Neste sábado, Geroncia chegou às 6h para participar do “dia D” da Caravana da Saúde. Quando conversou com a reportagem, pouco depois das 8h, ela já tinha operado o olho esquerdo e aguardava para operar o esquerdo.

O atendimento do projeto em Aquidauana começou no dia 14. Segundo o governador, que está no local neste sábado, somente no município pantaneiro serão 2,6 mil cirurgias de olho, 38 somente hoje.

Além disso, também estão previstas, pelas informações oficiais, contabilizar 5,5 mil consultas oftalmológicas, 242 cirurgias hospitalares, incluindo gerais, de urologia e ortopedia, e 900 exames em várias especialidades.

No dia D, a estrutura inclui parceiros como a Justiça Itinerante, com atendimentos nesta área, e o Lions Club, que faz a distribuição de 1 mil armações de óculos, e uma carreta onde é feito exame preventivo de câncer, atividades de lazer e leitura. A concentração é na Avenida Pantaneta, incluindo tendas e os veículos com os equipamentos e pessoal especializado.

Reinaldo, além de reiterar que a Caravana da Saúde nasceu de pedido dos eleitores, aferido ainda durante a campanha eleitoral, em 2014, comenta que em um ano de projeto foram em torno de 30 mil cirurgias. O governador também adiantou que Dourados e Campo Grande serão os próximos municípios a receberem a iniciativa.

Reinaldo conversa com mulher atendida durante dia D de projeto em município pantaneiro (Foto: Marcos Ermínio)Reinaldo conversa com mulher atendida durante "dia D" de projeto em município pantaneiro (Foto: Marcos Ermínio)
Tenda lotada durante ação especial de saúde, em projeto do governo que completa um ano este mês (Foto: Marcos Ermínio)Tenda lotada durante ação especial de saúde, em projeto do governo que completa um ano este mês (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions