A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

16/10/2013 18:36

Indústria e agropecuária causam pior geração de empregos em 8 anos

Zana Zaidan
Indústria de Três Lagoas ainda gerou empregos em setembro, com 95 novas vagas em todos os setores no município (Foto: João Garrigó/Arquivo)Indústria de Três Lagoas ainda gerou empregos em setembro, com 95 novas vagas em todos os setores no município (Foto: João Garrigó/Arquivo)

A geração de empregos formais em Mato Grosso do Sul é a menor registrada em oito anos, conforme levantamento divulgado hoje (16) pelo Ministério do Trabalho. O número de postos de trabalho abertos em setembro deste ano apresentou o pior resultado desde 2005.

Foram 961 novos empregos gerados, enquanto, em setembro de 2009, ano em que o mês atingiu pico na abertura de novas vagas, o número chegou a 2.238. Em relação a setembro de 2012, quando foram criados 1.131 postos, houve redução de 15%, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Emprego e Desemprego).

O desempenho fraco do mercado de trabalho pode ser motivado pela indústria, setor que perdeu 268 postos. O mesmo acontece com a agropecuária, que registrou retração ainda maior, de 407 vagas.

Mesmo com o resultado inferior em relação aos últimos anos, a admissão de trabalhadores em setembro foi maior do que no mês de agosto. Foram 961 novos trabalhadores com carteira assinada no Estado, crescimento de 0,19%. Os setores que mais contrataram foram a construção civil, seguida do comércio.

Em relação às cidades que mais contrataram, Campo Grande lidera o ranking (909), seguida de Corumbá (115), Três Lagoas (95), Coxim (41) e Aquidauana (40). O Ministério do Trabalho avalia a relação de admitidos e demitidos apenas nas cidades com mais de 30 mil habitantes e, por isso, também vigoram no ranking Ponta Porã, Dourados, Naviraí, Paranaíba e Nova Andradina.

MS tem mais de 100 vagas em concurso, processos seletivos e estágios
Mato Grosso do Sul tem mais de 100 vagas abertas em concursos e estágios nesta semana. Há oportunidades para estudantes e profissionais com nível téc...
Inscrição de processo seletivo do Tribunal de Contas começa no dia 6 de março
Começam no dia 6 de março as inscrições de processo seletivo do TCE/MS (Tribunal de Contas) para estagiários. No total, são oferecidas 44 vagas, além...
Com vagas em MS, inscrições para curso de fuzileiros começa na quinta-feira
As inscrições para seleção de 1.300 candidatos para a formação de soldados fuzileiros navais turmas I e II de 2018 começam na próxima quinta-feira (2...
UEMS abre vaga para aluno especial em mestrado na área da saúde
A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) abriu inscrição de Alunos Especiais no programa de mestrado em ensino em saúde em Dourados- cida...



Quando o cidadao fala mal do bolsa familia ja se vê o tamanho da sua ignorância. O país só cresce e a dilma será reeleita ano que vem. Ponto.
 
joao nobre em 17/10/2013 10:15:16
COM A CRIAÇÃO DE "BOLSAS" PELO GOVERNO FEDERAL INCENTIVANDO A VAGABUNDAGEM, DIFICILMENTE O RESULTADO SERIA OUTRO!
O BRASIL ESTÁ RETROCEDENDO E A POPULAÇÃO ESTÁ "CEGA" COM A "LIBERDADE" DE SE FAZER O QUE QUER SEM TER COMPROMISSO COM NADA!
 
Paulenir de Barros em 17/10/2013 07:47:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions