ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  22    CAMPO GRANDE 24º

Empregos

Inscrições para cadastro de reservas do antigo Proinc começam na segunda

São 150 vagas do Programa de Inclusão ao Mercado de Trabalho

Por Ângela Kempfer | 27/04/2024 13:51
Inscrições são feitas na sede da Fundação Social do Trabalho. (Foto: Arquivo)
Inscrições são feitas na sede da Fundação Social do Trabalho. (Foto: Arquivo)

O Primt (Programa de Inclusão ao Mercado de Trabalho), antigo Proinc, abre inscrições na segunda-feira (29) para cadastro de reserva de 150 pessoas. Os interessados podem se inscrever também na terça-feira (30), param na quarta por conta do feriado, mas voltam quinta-feira (2), na sede da Funsat (Fundação Social do Trabalho).

O programa oferece cursos e empregos com bolsa-auxílio mensal de R$ 1.412,00 e cesta básica. O atendimento será das 7h às 10h com 50 senhas por dia. A Funsat fica na Rua Quatorze de Julho, 992, na Vila Glória.

Podem se inscrever apenas desempregados em situação de vulnerabilidade para trabalhar em limpeza, conservação, roçada, capina, podas, varrição, obras de canalização pluvial, pavimentação, tapa buraco, campanhas, ações de saúde, auxílio operacional de apoio em atividades burocráticas, entre outras funções.

Em fevereiro, foram convocadas 140 pessoas inscritas e neste mês de abril já ocorreram duas chamada de total de 171 inscritos.

Requisitos - Para se inscrever é preciso ter idade igual ou superior a 18 anos até 67 anos; estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) mediante apresentação da folha resumo, em que consta a composição familiar, NIS (Número de Identificação Social); estar em situação de desemprego por período igual ou superior a 6 meses; declarar residência em Campo Grande há, pelo menos, um ano e apresentar comprovante de residência; possuir renda familiar per capita não superior a meio salário mínimo vigente.

Só poderá se inscrever no Primt um membro por núcleo familiar. Poderá retornar uma única vez ao programa o candidato que tiver o período mínimo 6 meses entre o desligamento e o retorno, apenas para os trabalhadores que exercerem as atividades relacionadas à limpeza e tapa buraco. Quem trabalha em serviços administrativos não pode retornar ao programa.

Há reserva de vagas para mulheres vítimas de violência doméstica, PcD (Pessoas com Deficiência), pessoas com TEA (Transtorno do Espectro Autista), egressos do sistema penitenciário, pessoas negras e indígenas e cadastradas na Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas).

Nos siga no Google Notícias