A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/03/2008 15:30

Erro na Polícia Civil faz homem ser preso indevidamente

Redação

A noite de domingo para segunda-feira era para ser apenas mais uma na vida do técnico em contabilidade Marco Roberto Delfino de Almeida, de 37 anos. A viagem entre Corumbá e Campo Grande de ônibus também era para ser só mais um trajeto ao qual ele já estava acostumado. Mas uma falha da Polícia Civil transformou em um dia que demorará a ser esquecido. Marco Roberto acabou preso por policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), por conta de um mandado de prisão, por dívida de pensão alimentícia, determinação que a justiça já tinha mandado revogar desde maio de 2007, portanto há dez meses a ordem já não valia mais e deveria ter sido retirada dos arquivos policiais, mas não o foi.

Marco Roberto conta que ficou surpreso quando, na checagem de sua documentação, os policiais militares o informaram que havia uma ordem de prisão em aberto contra ele, por volta da meia noite de domingo. Disse que repetiu várias vezes que não poderia ser verdade, mas que, diante da informação que constava no sistema policial, acabou levado primeiro para sede do DOF em Corumbá e depois para a sede da Polícia Civil, num camburão. Na delegacia de Corumbá, foi identificado que o erro foi na  Delegacia Especializada de Polinter e Capturas, sediada em Campo Grande, onde a ordem de prisão continuava em aberto. Na Polícia Militar e na delegacia local ela já havia sido baixada, mas como foi mantida na Polinter ainda aparecia no sistema quando consultado.

O técnico em contabilidade ficou na delegacia até às 16h40 da segunda-feira, quando a juíza May Melke Amaral Siravegna concedeu alvará de soltura. Isso quer dizer que foram quase 17 horas preso indevidamente.  No despacho, a juiíza cita que houve

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions