A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

27/07/2009 17:14

Estado pode pedir embargo de leilão de bens da Agrosul

Redação

O governador André Puccinelli esteve reunido hoje com a equipe da Procuradoria Geral do Estado na tentativa de evitar a perda de bens da antiga Agrosul (Empresa de Serviços Agropecuários de Mato Grosso do Sul), extinta no governo Zeca do PT.

Está marcado para amanhã, a partir das 9h, em Campo Grande, leilão da área da antiga Feira do Produtor de Dourados, que pertencia ao Estado, pelo lance mínimo de R$ 2,85 milhões.

Ainda hoje, deve ser definido se alguma ação tentará o embargo do leilão. A área de 15.242 m² fica na avenida Marcelino Pires, a principal via de Dourados.

Além da localização privilegiada, tem cinco edificações, além de benfeitorias, incluindo pavimentação asfáltica interna de mil m².

A área já havia sido comprada em 2004 pela Egelte Engenharia, mas ação tramita na Justiça estadual com pedido de anulação da venda.

Para evitar a desapropriação, caso a sentença seja contra os atuais proprietários, a empresa resolveu colocar o imóvel novamente à venda.

A área da Feira do Produtor, mais a área onde funcionavam os armazéns da Agrosul e ainda outros dois terrenos menores, foram arrematados por R$ 1,51 milhão há 4 anos.

Na época, o deputado Zé Teixeira (DEM) pediu nova avaliação que apontou valor real de R$ 6,5 milhões e ingressou em 2006 com ação contestando, além do preço baixo, a venda de bens estaduais sem concorrência e arrematação de empresa pública em estado de liquidação, o que é proibido pela antiga Lei de Falência.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions