A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

19/06/2018 17:10

Exército deflagra operação para fiscalizar empresas que fornecem armas em MS

Ações ocorrem em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no município de Aragarças, no estado de Goiás

Izabela Sanchez
Comando Militar do Oeste, em Campo Grande (Arquivo/Campo Grande News)Comando Militar do Oeste, em Campo Grande (Arquivo/Campo Grande News)

Em busca de irregularidades em empresas que fornecem, em especial, armas e munições, a 9ª região militar do exército deflagrou a 6ª edicação da Operação Alta Pressão, nesta terça-feira (19). As ações tem parceria de unidades do CMO Comando Militar do Oeste com ajuda do SFPC/9 (Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados).

Conforme explica o CMO, o objetivo é fiscalizar empresas que lidam direta ou indiretamente com PCEs (Produtos Controlados pelo Exército) em particular armas, munições, acessórios e insumos de recarga.

As fiscalizações ocorrem nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no município de Aragarças, no estado de Goiás, área de responsabilidade da 94 Região Militar. A fiscalização impede desvios de armas e munições para o comércio ilegal.

Resultados – Em 2017, segundo o Exército, foram executadas 140 autuações em todo o Brasil. Além disso, a operação, no último ano, resultou em 3 prisões, 272 armas de fogo apreendidas, 158.569 munições, 1.241 airsoft (armas de pressão), 97 Kg de pólvora, 18 lunetas e 3 miras laser.

À época, foram empregados 787 militares do Exército e 248 integrantes dos orgãos de ordem e segurança pública e agências governamentais que, no total, percorreram uma distância de 84.328 quilômetros, fiscalizando 708 estabelecimentos comerciais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions