A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/10/2011 09:04

Exército apresenta ponte móvel usada para resgate em áreas alagadas

Fabiano Arruda
Ponte tem capacidade para suportar 80 toneladas. (Foto: Comando Militar do Sul)Ponte tem capacidade para suportar 80 toneladas. (Foto: Comando Militar do Sul)

A Operação Ananhanduí, desencadeada na segunda-feira, com término previsto para o dia 17, vai apresentar, nesta sexta-feira, o funcionamento da ponte LSB (Logistic Support Bridge), utilizada para restabelecer o tráfego nas cidades em casos de calamidade por conta de cheias, a exemplo do que ocorreu no início do ano em Aquidauana.

É a primeira vez que o instrumento pode ser utilizado em Mato Grosso do Sul. Em março, o Exército construiu uma passarela como alternativa em Aquidauana, após as duas pontes da cidade serem fechadas por conta do nível do rio ultrapassar a casa dos 10 metros.

A demonstração da ponte LSB será feita em Aquidauana por militares da Engenharia. O equipamento vai ficar na cidade.

O Exército brasileiro dispõe de oito módulos de pontes LSB. Conforme informações do Ministério da Defesa, cada módulo tem 60 metros de comprimento com capacidade de 80 toneladas, o que pode suportar o tráfego de veículos.

Em casos de isolamento, como o de Aquidauana neste ano, a proibição do trânsito de caminhões com produtos essenciais, como alimentos, água e medicamentos, ameaça as populações locais.

Em Corumbá, militares realizam demonstração de assalto ribeirinho. (Foto: Divulgação)Em Corumbá, militares realizam demonstração de assalto ribeirinho. (Foto: Divulgação)

Operação - A demonstração da ponte LSB será uma das atividades da Operação Anhanduí nesta sexta, que reúne também militares da Força Aérea e da Marinha, sob coordenação do Ministério da Defesa, e consiste em demonstrações da capacidade operacional das Forças Armadas.

Em Miranda, no Campo de Instrução de Betione, haverá demonstração de tiro do Carro de Combate M 60, equipamento moderno de proteção blindada e poder de fogo.

Também hoje, no Forte Coimbra, em Corumbá, será realizada demonstração de assalto ribeirinho, onde uma tropa embarcada realizada um ataque a partir de um curso de água.

Os locais escolhidos para as simulações foram determinados por conta da localização e em cidades que possuem unidades do Exército. A Operação do Exército é planejada desde junho. As atividades envolvem cerca de três mil militares.

Operação do Exército faz demonstrações em Campo Grande e Laguna Carapã
A Operação Ananhanduí, desencadeada na segunda-feira, com término previsto para o dia próximo dia 17, fará demonstrações amanhã em Campo Grande e Lag...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...


tipo de pontes como essa,a engenharia do exercito tem ha muitos anos,e olha que fui para o exercito em 1977,e já tinha pontes para atravessia de tropas.acredito eu que ha em todas as pontes que já foram destruidas pelas aguas,a engenharia do exercito nunca foi solicitada,pois sempre estamos vendo o caos dos ribeirinhos e temos hoje e sempre tivemos pontes moveis do exercito.
 
valdenir rufino nunes em 14/10/2011 10:40:55
Servi no 9 BE comb em 1970, já naquela época estas pontes foram muito usada pelo exercito, pois sempre havia muitas cheias todos os anos. Os aquidauanenses e anastacianos, conhecem muito bem este equipamento. Não entendi o motivo de tão grande propaganda sobre os mesmos, sendo que sempre foram usados. A menos que os que são mostrados agora, são muito mais modernos que os de antigamente.
 
almir batista alves em 14/10/2011 02:49:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions