A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

26/01/2017 17:47

Governo do Estado formaliza pedido de apoio do Exército nos presídios

Paulo Nonato de Souza
Encontro em Campo Grande reuniu secretários de Segurança Pública de MS, MT e PR nesta quinta (Foto: Rafael Ribeiro)Encontro em Campo Grande reuniu secretários de Segurança Pública de MS, MT e PR nesta quinta (Foto: Rafael Ribeiro)

O Governo de Mato Grosso do Sul formalizou nesta quinta-feira, 26, o pedido de auxílio das Forças Armadas nas ações de vistoria nos presídios e no controle da região de fronteira com Paraguai e Bolívia para combater o tráfico de armas e de drogas. A confirmação foi feita ao Campo Grande News pelo secretário estadual de Segurança Pública, José Carlos Barbosa.

A solicitação de apoio das Forças Armadas já havia sido apresentada ao presidente da República, Michel Temer (PMDB), pela governadora em exercício, Rose Modesto (PSDB), há uma semana, durante reunião para discutir a crise de violência e rebeliões nas penitenciárias, no Palácio do Planalto, mas faltava a oficialização do pedido.

“Hoje encaminhamos o ofício assinado pela governadora Rose Modesto, diretamente para o gabinete do presidente Michel Temer, com o nosso pedido de apoio na questão prisional e também na proteção da nossa região de fronteira”, afirmou o secretário estadual de Segurança Pública.

Pelo que prevê o pedido formalizado hoje, a missão do Exército no sistema prisional em Mato Grosso do Sul será vistoriar e fazer varreduras nas celas e áreas administrativas com o uso de equipamentos capazes de detectar metais até mesmo dentro de paredes e enterrados no chão, utilizados pelos militares na segurança durante a Copa do Mundo de 2014 e nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio.

“Mas isso não quer dizer que as operações já serão iniciadas amanhã ou depois. Na verdade estamos tomando uma medida preventiva, e caberá a nós do Governo do Estado estabelecer os presídios prioritários para receber a vistoria do Exército”, afirmou José Carlos Barbosa.

Procurado pelo Campo Grande News, o CMO (Comando Militar do Oeste) respondeu que atenderá determinação do Ministério da Defesa e para isso planejará sua participação na atividade de inspeção de instalações carcerárias.

“Atendidas as formalidades legais, o Comando Militar do Oeste dimensionará a sua tropa com maior vocação para o cumprimento da missão específica. O CMO, de acordo com diretriz a ser expedida pelo Ministério da Defesa, coordenará suas ações com os órgãos de Segurança Pública nas unidades carcerárias para a realização de varredura e identificação de material proibido”, diz nota enviada à nossa redação pelo setor de comunicação social do Comando Militar do Oeste.

A nota do CMO diz ainda que o Exército dispõe de detectores de metais e scanners, equipamentos que foram utilizados nas Olimpíadas, Paralimpíadas e Copa do Mundo no Brasil. “De acordo com a solicitação realizada pelo Executivo Estadual será feito um estudo que determinará o efetivo a ser empregado”, ressalta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions