A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

10/04/2013 17:41

Governo estranha manifestação de Policiais e diz que negociações continuam

Nícholas Vasconcelos
Policiais civis realizaram manifestação por reajuste nesta quarta-feira. (Foto: João Garrigó)Policiais civis realizaram manifestação por reajuste nesta quarta-feira. (Foto: João Garrigó)

O Governo do Estado emitiu nota nesta à imprensa afirmando que recebeu com estranheza a manifestação do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul), ocorrida nesta quarta-feira (10) em Campo Grande, já que as negociações salariais estão abertas e que nunca foram suspensas.

De acordo com o Governo do Estado, o Sinpol enviou nesta terça-feira (9) um pedido de audiência com o governador André Puccinelli (PMDB), mesmo sendo de conhecimento público que o ele está em viagem ao exterior desde o domingo (7). De acordo com o Executivo, na manhã de hoje foi encaminhado um ofício de que a reunião poderá ser feita com o reforno de Puccinelli.

A nota afirma ainda que as negociações para revisão salarial continuam abertas com os policiais civis e as outras categorias de servidores e que o Governo acredita que haverá entendimento.

O comunicado afirma que o Executivo está disposto a garantir a recuperação do poder de compra dos salários, dentro das possibilidades do Estado, e para que o pagamento continue sendo efetuado sempre no 1º dia útil do mês.

Os policiais civis fizeram uma manifestação em frente à Governadoria, no Parque dos Poderes, para pressionar pelo reajuste de 25% dos vencimentos. Eles chegaram em carreata, com trio elétrico e um caixão que foi queimado.

Segundo o presidente do Sinpol, Alexandre Barbosa, a categoria recebe o 25º pior salário do País e mesmo assim continuam eficientes. Ele afirmou ainda que se não houver uma proposta até o dia 2 de maio, os policiais civis entrarão em greve.

 



O governo recebeu com estranheza a manifestação dos policiais civis.
Aham!!! Querem que os policiais civis fiquem quietos e aceitem 6,5 % de aumento e que sejam o pior salário do país. É isso que o o governo quer?

As negociações continuam abertas... Aham!!! Sempre estiveram... Desde o ano passado, quando o governo ficou de estudar o aumento para os próximos três anos... Só que ainda não deram nenhuma resposta. Aliás, sinalizaram dar pouco mais que 6% nos três anos...

"O comunicado afirma que o Executivo está disposto a garantir a recuperação do poder de compra dos salários, dentro das possibilidades do Estado."

É só lembrar que em 2006 o PIB do Estado era de 24,3 bilhões e em 2012 ultrapassou os 50 bilhões. Em razão disso, os deputados aumentaram seus salários em 61,8%.

E o servidor???
 
RODNEY OSILVA em 12/04/2013 15:14:54
fiquem tranquilo...o goveno já decretou 5% de aumento salarial.
 
Paulo Dantas em 11/04/2013 10:44:41
Povo do MS, trabalhamos, produzimos e pagamos nossos impostos, arrecadação existe, e é pujante, onde estão os investimentos na educação, saúde e SEGURANÇA? o trio fundamental para a sociedade, os func. públicos do MS estão abandonados e ignorados, irmãos, não importa a categoria, deem apoio em suas causas, bom não esta, e os profissionais públicos querem melhorar, VALORIZAÇÃO HUMANA É FUNDAMENTAL.
 
joao zuaga em 11/04/2013 10:16:58
NEGOCIAÇAO SÓ DE UM LADO A FICA DIFICIL
 
claudinei braz em 10/04/2013 23:11:48
A assessoria do Sinpol deveria repensar a campanha... se recebem o 25º pior salário do País querem receber o 1º pior salário do País???
 
Adriana Lima em 10/04/2013 19:15:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions