A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

29/02/2016 10:14

Governo pagará R$ 4,4 milhões em projetos de pavimentação de 3 rodovias

Há também projeto de restauração de duas rodovias por R$ 417 mil

Mayara Bueno
MS-345 em foto do dia 15 de janeiro. Via tem estudo para pavimentação. (Foto: Thomaz Caroço)MS-345 em foto do dia 15 de janeiro. Via tem estudo para pavimentação. (Foto: Thomaz Caroço)

O governo do Estado pagará R$ 4,4 para execução de pavimentação em três rodovias de Mato Grosso do Sul. Os extratos foram publicados no Diário Oficial do Estado, desta segunda-feira (29). Trata-se de projetos de engenharia para implantação e pavimentação de segmento de rodovia, com estudo de viabilidade técnica econômica e ambiental em trechos da MS-382, 134 e 338.

Um dos extratos diz respeito ao projeto na 382, que será conduzido pela empresa Beck de Souza Enganharia por R$ 1,3 milhão. Será feito estudo no trecho entre a BR-060, próximo de Guia Lopes da Laguna, e BR-270, com a extensão aproximada de 79,400 quilômetros.

A mesma empresa também executará o projeto na MS-134, entre a MS-04 e BR-267, nos municípios de Ribas do Rio Pardo, Nova Andradina e Santa Rita do Pardo, em uma extensão de 80,70 km. O valor fechado também foi de R$ 1,3 milhão.

Por fim, trecho da MS-338, entre a BR-262 e MS-040, nas cidades de Ribas do Rio Pardo e Santa Rita do Parto. A pavimentação acontecerá em uma extensão de 106,950 km. A empresa Beck de Souza também fará este projeto, neste caso, por R$ 1,8 milhão.

O governo do Estado lançou, em 22 de janeiro, o pacote de licitação para projetos de pavimentação de trecho de quatro rodovias, cujo resultado de três delas foi publicado nesta segunda-feira. Falta apenas a publicação da empresa e valor do projeto de pavimentação da MS-354, em trecho que encurtará em 74 quilômetros até a cidade turística de Bonito.

Restauração – Também foram publicados, nesta segunda-feira, dois extratos referentes à restauração da rodovia MS-156 e MS-395. A empresa Strata Engenharia executará os dois projetos de engenharia. Na 156, uma extensão de 78,50 km, entre Amambai e Caarapó, a empresa fará o projeto por R$ 232 mil. Na MS-395, o projeto será feito por R$ 185 mil, no trecho entre Bataguassu e Brasilândia, em uma extensão de 67,60 km. O conjuto de projetos do governo, incluindo de pavimentação e restauração, custará R$ 5.040.479,00.

*Matéria editada para acréscimo de informação às 11h31.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions