A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/03/2009 20:06

Governo vai revisar cadastros de Bolsa Família em MS

Redação

Cerca de 34.708 famílias que se beneficiam do Bolsa Família terão seus cadastros revisados pelo Governo Federal nos próximos dias em Mato Grosso do Sul. Até este mês, 111,711 famílias estão contando com o benefício.

Segundo o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome), 3.077.284 espalhadas no Brasil passarão pela atualização cadastral. A iniciativa, realizada em parceria com os municípios, tem por objetivo cumprir determinação de revisão do cadastro único para programas sociais do governo federal a cada dois anos.

Através da revisão acontece um controle do programa que transfere mensalmente mais de R$ 900 milhões para a população com renda per capita de até R$ 120.

Famílias mudam de endereço, mudam de cidade, filhos trocam de escolas, crianças nascem, pessoas falecem, outras entram ou saem do mercado de trabalho. Essas transformações da população de baixa renda precisam ser retratadas de forma consistente no cadastro, que é a base de dados usada pelo Bolsa Família e outros programas sociais.

Das 11,1 milhões de famílias atendidas pelo Bolsa Família, 7,7 milhões estão com suas informações cadastrais atualizadas, mas cerca de 3 milhões não passaram por revisão nos últimos dois anos, o que representa 30% do total de beneficiários. O MDS, por meio da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania, fez um levantamento sobre a base do cadastro e disponibilizou o resultado no site www.mds.gov.br/bolsafamilia, para que ocorra acesso à lista das famílias que devem ter seus cadastros atualizados.

Os beneficiários que precisam atualizar seus dados receberão ainda avisos, nos extratos de pagamento a partir de abril, para procurar a prefeitura. Até agosto deve terminar o processo das alterações no cadastro dos beneficiários do Bolsa Família. Depois desse prazo, a família que não tiver seus dados atualizados terá o benefício bloqueado.

Isso representa uma segunda chance para quem ainda não tiver alterado as informações no cadastro: mesmo após o bloqueio, basta que a família procure a prefeitura e solicite a atualização de seu cadastro para que seu benefício seja desbloqueado, desde que ela atenda ao critério do programa. A partir de janeiro de 2010, o benefício que continuar bloqueado por falta de revisão cadastral será cancelado.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions