A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

26/09/2009 07:19

Gripe suína matou contador, obeso, mãe e recém-nascido

Redação

Exames de laboratórios confirmaram que a gripe suína, como é conhecida a doença causada pelo vírus H1N1, causou a morte de mais quatro pessoas em Mato Grosso do Sul, incluindo-se uma gestante e o bebê recém-nascido.

Segundo a diretora de Vigilância em Saúde da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Ana Lúcia Lyrio de Oliveira, exames confirmaram mais quatro mortes em Mato Grosso do Sul, elevando para 12 o número de óbitos causados pela pandemia no Estado. Foram mais duas mortes na Capital e duas no interior do Estado.

O contador Marcelo Suzuki Xavier, 31 anos, que faleceu no dia 16 de agosto deste ano, teve o diagnóstico confirmado para a gripe suína. Ele morreu após ficar internado no Hospital da Unimed, na Capital.

A outra morte confirmada na Capital é de um homem de 40 anos, que era obeso e ficou internado no Hospital Universitário. Foram confirmadas cinco mortes em Campo Grande. A Sesau ainda aguarda o resultado de outros seis óbitos.

Grávida

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions