A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/09/2009 08:44

Guarani-kaiowás ainda ocupam fazenda em Rio Brilhante

Redação

Os índios guarani-kaiowá ainda não cumpriram integralmente o acordo firmado quarta-feira com a Polícia Federal e uma oficial da Justiça Federal e continuam ocupando parte da fazenda Santo Antonio de Nova Esperança, no município de Rio Brilhante. Um índio identificado como Adauto informou há pouco ao Campo Grande News, por telefone, que o prazo de 48 horas não foi suficiente para desmontar todo o acampamento, instalado na fazenda desde fevereiro de 2008.

O despejo deveria ter acontecido na quarta-feira, por determinação da Justiça Federal, mas a PF concordou em dar mais dois dias para os índios desmontarem o acampamento. O prazo vence hoje às 11h.

"Ainda tem muita coisa na fazenda. Não deu tempo de tirar tudo. Não conseguimos desmanchar as casas", afirmou o guarani-kaiowá. Ele disse que os índios aguardam o retorno da oficial de Justiça e da Polícia Federal para pedir um prazo maior para a desocupação total da fazenda. "Vamos negociar com eles. Se a gente tiver que sair hoje, vamos deixar muita coisa para trás", declarou Adauto.

Ele reclamou que o caminhão prometido pela Funai (Fundação Nacional do Índio) para ajudar na desocupação chegou há pouco e até 9h30 não tinha entrado na área ocupada. "O caminhão deveria chegar cedo, mas chegou agora e está na estrada ainda", afirmou Adauto.

Os índios estão montando acampamento às margens da BR-163, onde devem permanecer até a Funai providenciar outra área. Eles prometem permanecer na beira da rodovia aguardando os estudos antropológicos em fazendas da região. Rio Brilhante é um dos 26 municípios de Mato Grosso do Sul incluídos nas portarias da Funai que determinaram estudos antropológicos para identificação e demarcação de áreas indígenas.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions