A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

24/06/2010 10:46

Homem confessa morte do acusado de assassinar Ratinho

Redação

Vilmar dos Santos Padilha, 53 anos, se apresentou à Polícia Civil na terça-feira e confessou ter matado Flávio Santana Franco, 32 anos, crime ocorrido no sábado, em Nova Alvorada do Sul. A vítima era acusada de contratar pistoleiros para matar o vereador Flávio Godoy, de Bela Vista, conhecido como Ratinho, no dia 26 de agosto de 2008.

Ele disse que cometeu o crime para se defender de Flávio, que foi à casa de Vilmar armado com um revólver calibre 38.

Vilmar revela que Flávio estava na cidade há um mês, para trabalhar no transporte de areia.

Ele era chefe de Flávio e reclamou do comportamento do funcionário, que causava problemas aos demais trabalhadores.

Flávio foi à casa para tirar satisfação e chegou a agredir a esposa de Vilmar, que desarmou o funcionário e efetuou dois tiros.

De acordo com o delegado titular Marcelo Branco, Vilmar responderá ao processo em liberdade.

O autor confesso não tem antecedentes criminais, alegou legítima defesa e se apresentou à Polícia Civil.

Contra Flávio havia um mandado de prisão em relação à morte do vereador e radialista Ratinho, assassinado com sete tiros enquanto participava de um comício.

O delegado também investiga se Flávio era autor outro homicídio praticado em Porto Murtinho.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions