A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/01/2012 15:58

Identificados os 3 sequestradores presos que fizeram reféns famílias da Capital

Paula Vitorino

Polícia continua fazendo buscas para encontrar outros envolvidos em quadrilha

Três dos envolvidos em sequestro estão presos. (Foto: Divulgação/PM)Três dos envolvidos em sequestro estão presos. (Foto: Divulgação/PM)

Três integrantes presos da quadrilha que fez refém duas famílias em Campo Grande foram identificados como Renan Rodrigues Fernandes, 22 anos, Diego da Silva Siqueira, 22 anos e Thiago Pereira Carrilho, 21 anos.

Eles seqüestraram nove pessoas, integrantes das duas famílias, entre a noite de ontem e esta madrugada, e mantiveram as vítimas reféns por sete horas, em um matagal no Parque dos Poderes. O objetivo da quadrilha era roubar as duas camionetes das famílias.

De acordo com o site Mercosul News, os três foram presos em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, por volta das 3h, quando tentavam entregar a receptadores paraguaios as duas camionetes S-10 que haviam roubado.

Os policiais militares de Ponta Porã realizavam patrulhamento na Avenida Internacional, quando nas proximidades de um hotel-cassino, perceberam três elementos em atitude suspeita.

A PM abordou os suspeitos e descobriram que estavam envolvidos no roubo seguido de seqüestro, e que parte da quadrilha mantinha famílias como reféns na Capital.

Os ladrões confessaram que receberiam mil reais cada um para levar os veículos roubados até a fronteira e que haviam chegado à cidade por volta das 3h.

Ao serem abordados pela PM, os jovens alegaram que estavam aguardando por um receptador, possivelmente de nacionalidade paraguaia, a quem entregariam os veículos.

A Polícia Civil de Campo Grande continua em diligências com o objetivo de encontrar os demais integrantes da quadrilha. A suspeita é de que sejam ao menos 6 envolvidos. Ainda não há informação sobre a prisão de outros indivíduos.

Caso - A primeira família, composta por seis pessoas, entre elas, um menino de 7 anos, foi rendida no bairro Mata do Jacinto por volta das 22 horas.

Utilizando gorros e com os rostos expostos, quatro bandidos, armados com revólveres, invadiram a residência, renderam e amarraram as vítimas com uma fita branca. Eles roubaram uma caminhonete S-10, modelo executiva, de cor prata, além de joias e celulares.

As vítimas foram levadas para um terreno baldio, que serviu como cativeiro, no bairro Jardim Veraneio, região do Parque dos Poderes.

Cerca de uma hora depois da primeira família chegar, os bandidos levaram outras três pessoas, pai, mãe e uma criança de três anos, ao cativeiro. Elas foram rendidas numa residência no bairro Carandá Bosque.Os bandidos roubaram outra caminhonete S-10, também modelo executiva, de cor branca.

Segundo informações das vítimas, que prestam depoimento nesta manhã na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, apenas um integrante da quadrilha ficou encarregado de vigiar o cativeiro, armado com um fuzil.

Hoje pela manhã, ainda conforme informações prestadas, outro integrante da quadrilha se deslocou, de moto, ao cativeiro para buscar o homem que vigiava o local.

Após sete horas, o bandido demonstrou nervosismo ao receber informações do motociclista, que não retirou o capacete, e perceber que algo dava errado no plano da quadrilha.

Antes de deixar o terreno na moto, a dupla orientou as vítimas a deixar o cativeiro cinco minutos depois e só acionar a Polícia às 14 horas de hoje. Em caso de desobediência à ordem, eles ameaçaram voltar às casas onde iniciaram os sequestros.

As famílias, então, caminharam até as proximidades do Ministério Público Estadual no Parque dos Poderes e pediram o celular de um motociclista que passava pelo local para acionar a Polícia.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


Parabens a PM que agiu rápido. Pena que os 3 não tentaram fugir, assim seria um motivo pra execução sumária em Ponta Porã mesmo. Mas era preciso pega-los para tentar pegar o bando todo.
 
Robeson Oliveira em 09/01/2012 03:32:04
Ja passou da ora de termos pelo menos prisão perpetua neste País, ainda mais agora que somos a 6ª economia do mundo? será.
 
fernando giugni de oliveira em 09/01/2012 01:28:43
Parabéns, em nome da justiça social logo nossos juízes soltaram vocês !!!! Esse é o nosso Brasil !!!!
 
Angelo fantin em 08/01/2012 05:29:33
Sou a favor da pena de morte para esse tipo de crime!!
 
Josefinha da Silva em 08/01/2012 04:57:02
É isso ai Policia Militar! mostra pra esses oportunistas de plantão, que só sabem falar mal da gloriosa PM que bandido bom é bandido preso ou bandido morto, esses que só falam mal da polícia com certeza são aqueles que tem parentes, amigos ou são os próprios bandidos
 
Paulo Oliveira em 08/01/2012 04:48:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions