A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

25/09/2008 19:39

Indígena de 9 anos é vítima de estupro em Aral Moreira

Redação

Uma menina indígena de nove anos foi vítima de estupro na manhã de hoje na aldeia Guassuty, em Aral Moreira, a 368 quilômetros de Campo Grande.

Conforme informações da Polícia Civil, a menina trabalhava na companhia dos pais em uma colheita de milho, em uma fazenda próxima à aldeia.  Ela foi perseguida pelo autor, identificado como Agenildo Ramires, de 18 anos, que também é indígena, quando retornava para casa sozinha.

Ramires também trabalhava na colheita e seguiu a vítima quando o pai dela pediu que fosse para casa preparar o almoço da família. O fato aconteceu por volta das 11h dentro da aldeia.

A vítima foi socorrida por funcionários da Funasa e levada para o hospital municipal de Amambaí de onde será transferida para Dourados devido ao delicado estado de saúde dela. 

O autor foi preso e levado para a delegacia local de onde deve ser transferido amanhã para o Estabelecimento Penal de Ponta Porã.  No momento da prisão, Ramires tinha sangue da vítima na cueca.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions