A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

23/07/2018 17:20

Instituto prevê para este ano 450 novos casos de câncer de pescoço em MS

Tabagismo, excesso de alcool e HPV na boca contribuem para surgimento das doenças na região do pescoço e cabeça.

Anahi Gurgel
Jovem campo-grandense fumando. Habito favorece surgimento de tumores no pescoço e cabeça. (Foto: André Bittar)Jovem campo-grandense fumando. Habito favorece surgimento de tumores no pescoço e cabeça. (Foto: André Bittar)

Em Mato Grosso do Sul, 450 novos casos de câncer de cabeça e pescoço serão diagnosticados em 2018, segundo estimativa do Inca (Instituto Nacional de Câncer). Somente no ano passado, envolvendo a doença, foram realizados no Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão, 5.883 procedimentos como consultas, cirurgias e tratamentos de radioterapia e quimioterapia.

Para alertar sobre a importância do diagnóstico precoce, a Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço dedica todo o mês de julho para desenvolver ações junto à população. Trata-se da campanha “Julho Verde”.

Na Capital, o HCAA realiza tratamento e presta assistência aos pacientes, com equipe multiprofissional especializada com cirurgia, quimioterapia, radioterapia e demais áreas de suporte e reabilitação como fonoaudiologia, nutrição, odontologia hospitalar, serviço social.

De acordo com o Inca, a estimativa para todo o País é que 23 mil novos casos sejam diagnosticados anualmente, sendo câncer de boca e laringe os que alcançam 5ª posição entre os mais frequentes entre homens e mulheres.

Nos últimos anos a infecção pelo papilomavírus (HPV) tem contribuído para aumento da doença por meio da prática do sexo oral e em pessoas com múltiplos parceiros sexuais, segundo a sociedade. “Cerca de 7% da população pode ter infecção pelo HPV detectada na boca. Num contexto de 200 milhões de pessoas, esse percentual representa cerca de 14 milhões de indivíduos em risco de desenvolver a doença no Brasil”, alerta a SBCCP.

Prevenção - Ao perceber qualquer sintoma, o recomendado é procurar um médico ou dentista, nos casos de boca, que encaminhará para o especialista para o tratamento adequado.

Os tumores de cabeça e pescoço são uma denominação genérica do câncer que se localiza em regiões como boca, língua, palato mole e duro, gengivas, bochechas, amígdalas, faringe, laringe, esôfago, tireoide e seios paranasais.

Tabagismo e excesso de álcool aumentam as chances de desenvolver a doença. Entre os sintomas estão feridas no lábio, boca, língua, garganta ou pele, dificuldade para engolir, voz rouca ou fraca, caroço na face ou pescoço.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions