A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/01/2016 19:30

Rio Taquari atinge quase 5 metros, alaga restaurantes e desabriga uma família

Flávio Paes
Casa cerca de água no final da Rua Afonso Pena (Foto:Angela Bezerra;Edição MS)Casa cerca de água no final da Rua Afonso Pena (Foto:Angela Bezerra;Edição MS)
Um dos restaurantes já alagados pelas águas do rio (Foto:Édison Brandão)Um dos restaurantes já alagados pelas águas do rio (Foto:Édison Brandão)

Se até domingo o nível dos rios Coxim e Taquari atingirem 5,10 metros, pelo menos 350 famílias terão de deixar suas casas que ficarão alagadas. Elas moram na região ribeirinha e a Prefeitura já pronto a estrutura de abrigos onde estes moradores ficarão até o nível das águas baixas.

Nesta sexta-feira o nível do Rio Taquari estava em 4,98 metros, quase 2 metros acima do seu nível normal (que é de 4 metros). Consequência das águas que recebe do Rio de Verde, um dos seus afluentes, que com as chuvas ontem transbordou, desabrigando 10 famílias residentes na cidade que tem o seu nome (Rio Verde).

Por enquanto, segundo o coordenador municipal da Defesa Civil, Gilberto Portela, só dois restaurantes e uma casa no final da Rua Marechal Deodoro, localizados mais perto do rio, ficaram alagados.A família desalojada foi levada para o São Paroquial. A expectativa e que caso as chuvas persistam nas cabeceiras dos afluentes do Coxim e Taquari, até domingo seja necessário retirar mais famílias ribeirinhas.


Segundo o site Edição MS, em menos de uma hora o rio subiu cerca de 10 centímetros, , conforme a régua instalada na Praça do Flutuante, que mede o nível da água.  Em alguns pontos essa elevação causou transtornos e alagamentos. Um restaurante na rua Coronel Pedro Severo no bairro Santa Clara foi tomado pelas águas, mas segundo o proprietário, ainda não foram  grandes contabilizados prejuízos.

Na rua Afonso Pena, localizada no bairro Mendes Mourão, uma dos pontos mais baixos da cidade, a água já chega na porta das casas de alguns moradores


Filha é acusada de manter mãe doente trancada em casa e sem comida
Jovem de 21 é acusada de manter a mãe doente de 52 anos trancada em casa e sem comida. O caso veio à tona após denúncia anônima, por volta das 16h de...
Homem é socorrido em estado grave após ser esfaqueado no pescoço
Adione Felisbino Vicente, 31 anos, foi ferido a golpe de faca, na manhã deste domingo (17), na Avenida José Ferreira da Costa, no Centro, em Costa Ri...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions