A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Março de 2017

13/08/2015 11:23

Adolescente estuprada pelo padrasto temia pela saúde da mãe, diz conselheira

Professor preso ontem em Dourados teria ameaçado sequestrar as filhas pequenas se fosse denunciado pela enteada de 16 anos

Helio de Freitas, de Dourados

Para impedir a enteada de 16 anos de contar para a mãe e para outras pessoas que era abusada sexualmente, o padrasto dela, um professor de ensino fundamental de 42 anos, ameaçava sequestrar as próprias filhas, de 1 e 3 anos, e desaparecer junto com as crianças. Ele foi preso ontem em Dourados, a 233 km de Campo Grande.

A história foi contada pela própria adolescente aos conselheiros tutelares que atenderam o caso. “Além das ameaças de morte, o padrasto prometia sequestrar as irmãzinhas dela se alguém ficasse sabendo do caso e dizia que sumiria com as crianças”, afirmou a conselheira Janine Matos Cerveira entrevista nesta quinta-feira (13) à rádio Grande FM.

Segundo a conselheira, a menina também temia pela saúde da mãe, que vive na casa com o professor e as filhas – as duas menores são filhas biológicas do acusado. “Ela tinha medo que a mãe ficasse muito nervosa e tivesse algum problema de saúde”, afirmou Janine.

Com prisão decretada – O professor, que está recolhido na carceragem da 1ª Delegacia de Polícia da cidade, foi preso ontem por policiais da Delegacia de Atendimento à Mulher após ter a prisão decretada pelo juiz da 2ª Vara Criminal, Marcus Vinícius de Oliveira Elias.

Ele nega as denúncias e afirma que está sendo vítima de uma armação da enteada. “Não teria porque a adolescente inventar essa história. Ela está muito segura do que disse. Agora cabe à polícia e à Justiça apurar o caso”, declarou a conselheira.

A titular da delegacia, Rozeli Dolor Galego, informou que por enquanto não existe nenhuma outra denúncia contra o professor, que trabalha em uma escola da região do Jardim Maracanã.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions