ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Após chuvarada, ruas ficam danificadas e erosão é aberta em obra

Em Sonora, obra de drenagem na Avenida das Chácaras não aguentou força da água e rompeu abrindo uma cratera

Por Mirian Machado | 07/03/2021 17:29
Chuvarada arrancou tubulação de obra da Avenida das Chácaras em Sonora (Foto: Sonora Notícias)
Chuvarada arrancou tubulação de obra da Avenida das Chácaras em Sonora (Foto: Sonora Notícias)

As fortes chuvas que atingiram a cidade de Sonora, a 364 km de Campo Grande ontem (6) causaram danos em vários pontos da cidade, além de prejudicar principalmente ruas que já estavam em obras.

Segundo afirmou o portal Idest, a obra de drenagem de águas pluviais na Avenida das Chácaras foi recém construída, porém não aguentou a força da água e rompeu abrindo uma cratera na avenida que dá acesso ao balneário Por do Sol. Parte da tubulação ainda foi arrancada abrindo um buraco de cerca de 20 metros de profundidade.

O prefeito Enelto Ramos chegou a verificar a situação no local para avaliar medidas emergenciais a serem tomadas, conforme apurado pelo portal Sonora Notícias.

A enxurrada abriu valetas  prejudicando o trânsito pela Rua Pernambuco. Já na Avenida das Chácaras a chuva criou uma erosão no local onde havia sido construído um dissipador pelo Governo do Estado e isso tem comprometido a passagem por lá. A prefeitura  interditou o local.

Segundo o portal, a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) deve iniciar os reparos até a próxima terça-feira (9).

Conforme relatado pelo prefeito ao jornal da cidade, a Rua Pernambuco está em obras, mas a empresa responsável já foi acionada e deve fazer a restauração na segunda-feira (8). Disse ainda que a rede de drenagem já foi feita, resta apenas a pavimentação do local.

Situação semelhante vem ocorrendo em Nova Andradina. A erosão que foi aberta em dezembro do ano passado na Rua Espírito Santo ameaçava a vizinhança entre os bairros Argemiro Ortega e Cristo Rei. A cratera se aproximava de uma casa. O morador e os vizinhos à residência foram removidos do local, por causa do risco de alguns imóveis desabar.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário